21.3 C
Rio Branco
27 maio 2022 11:06 pm

Mulher é presa por agredir outra e abandoná-la nua e inconsciente em terreno baldio: ‘hoje você morre’

Vítima retomou consciência e contou à polícia que a suspeita agiu por ciúmes. Caso foi em Ribas do Rio Pardo

POR G1

Última atualização em 28/04/2022 15:16

Uma mulher de 26 anos está presa desde essa terça-feira (26), suspeita de tentar matar uma outra, de 27, em Ribas do Rio Pardo, a 97,6 quilômetros de Campo Grande. Segundo a polícia, a vítima teve ferimentos graves no rosto, foi deixada nua em um terreno baldio e socorrida inconsciente. A agressão teria sido motivada por ciúmes.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita foi encontrada na casa de parentes após a investigação e a própria vítima apontá-la como quem feriu a facadas e pauladas a jovem, deixando-a com rosto praticamente desfigurado.

A vítima foi encontrada no terreno na madrugada do dia 23 de março, sendo socorrida pelo Samu para o hospital da cidade e depois transferida para a Santa Casa de Campo Grande com fratura no rosto e no braço esquerdo.

O caso passou a ser investigado como homicídio qualificado pelo motivo fútil, por meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, na forma tentada, que é equiparado a hediondo, pela delegacia de Ribas do Rio Pardo.

Testemunhas tiveram medo de falar sobre o caso e quando a vítima recobrou consciência, ainda no hospital, contou aos policiais civis quem a tinha agredido e que tal pessoa havia agido por ciúmes do namorado, dizendo a ela: “hoje você morre”.

A vítima reconheceu a suspeita por fotos e diante de todos os relatos, a Polícia Civil pediu a prisão temporária dela, sendo deferida pela Justiça.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.958 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.