31.3 C
Rio Branco
27 maio 2022 2:55 pm

Estado e prefeitura de Assis Brasil montam frente de vigilância e vacinação após suspeita de sarampo

A informação de uma criança de quatro anos estaria com sarampo na cidade de Assis Brasil, deixou todo o setor da saúde, em total alerta nas últimas 48 horas

POR O ALTO ACRE

Última atualização em 06/05/2022 14:26

A informação de uma criança de quatro anos estaria com sarampo na cidade de Assis Brasil, deixou todo o setor da saúde, tanto do Estado quanto do Município, em total alerta nas ultimas 48 horas.

Durante a manhã desta quinta-feira, dia 5, uma equipe do Centro de Informações e Estratégias de Vigilância e Saúde – CIEVES, através da equipe coordenada pela Renata Meireles, estiveram em reunião com o prefeito do Município, Jerry Correia, para traçar medidas necessárias e, relação da suspeita de uma criança que estaria com sarampo. O caso foi identificado pela Unidade Mista do Município de Assis Brasil.

O caso ainda está sendo analisado e estão esperando uma contraprova para poder confirmar, ou não, sendo coletado amostras de urina, soab e soro, sendo encaminhado ao laboratório de referencia em Rio Branco, o Lacem, para depois ser enviado ao laboratório de referência Fiocruz, no Rio de Janeiro (RJ).

No momento, todos os cuidados estão sendo tomados em relação a criança de quatro anos de idade que é de nacionalidade brasileira que já estaria com suas duas doses em dia, seus pais e familiares passaram pelo processo seletivo vacinal recebendo a tríplice viral.

Foi informado que não existe casos confirmados no país vizinho, o Peru. No Brasil, dois casos apenas no estado do Amapá e São Paulo. Diante da suspeita, a população de Assis Brasil será convocada a receber um reforço para crianças a partir de 36 meses à adultos até 39 anos, que ainda não foram vacinados como medida de precaução.

Para o prefeito Jerry Correia, a notícia foi surpresa para todos e de pronto, recebeu a equipe para que possam trabalhar em conjunto. “ficamos um pouco assustados, mas, após a fala técnica, compreendemos que o primeiro caminho é a vacinação e o caso está sendo bem acompanhado e tratado ainda como suspeita. O Município está sendo bem orientado pelo Estado e estaremos em vários pontos da cidade para levar a vacina como foi dito”, destacou o gestor.

Por meio do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada ao SUS (EpiSUS) e das equipes técnicas especializadas nas áreas de vigilância de doenças transmissíveis, desastres, laboratórios entre outras, a SVS/MS apoia os Estados e Municípios na resposta coordenada às emergências de importância nacional ou regional.

Algumas Secretarias Estaduais de Saúde estabeleceram profissionais de saúde em regionais ou outros municípios prioritários para atuar como Pontos Focais do CIEVS Estadual em cada Regional de Saúde, atuando como sentinelas para eventos em saúde pública e ampliando a capacidade de detecção precoce de emergências. Estes centros estão integrados por tecnologia de informação e comunicação que permite a resposta coordenada.

Renata Meireles, do Centro de Informações e Estratégias de Vigilância e Saúde – CIEVES

VEJA VÍDEO REPORTAGEM

 

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.959 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.