19.3 C
Rio Branco
24 junho 2022 5:21 am

Você sabia? Velocidade, temperatura e química explicam fenômeno Encontro das Águas em Manaus

O g1 visitou o Encontro das Águas e explica as características dos rios Negro e Solimões, na prática.

POR G1

Última atualização em 28/05/2022 12:27

velocidade, temperatura e diferenças químicas fazem o Rio Negro e o Rio Solimões não se misturarem, em Manaus. Os dois rios formam o fenômeno natural Encontro das Águas, um dos principais pontos turísticos do Amazonas. O g1 foi até lá para explicar as características de cada um na prática.

Ao longo de seis quilômetros, os rios andam lado a lado, mas sem misturar. Quando os dois se unem formam o maior rio do mundo: o Amazonas.

Existe explicação científica para a separação entre eles. Na velocidade, por exemplo, o Rio Negro é corre 2 quilômetros por hora. Já o Rio Solimões é mais rápido e tem, em média, 4 a 6 quilômetros por hora.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.072 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.