32.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 7:54 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Cadela albina que não ouve, nem enxerga, é adotada depois de ter sido abandonada duas vezes

POR G1 RO

Pérola é albina e nasceu sem enxergar ou ouvir. Depois de ter sido abandonada duas vezes no mesmo dia com um corte na cabeça e passar meses em um abrigo da ONG Vira-Lata, Vira Amor, em Cacoal (RO), a cadela finalmente encontrou um lar cheio de amor.

“Foi amor à primeira vista. Ela é linda por fora e por dentro”, conta o casal de tutores, Bernadete e Paulo Sérgio.

Abandonada duas vezes

Marília Santos, representante da ONG, contou ao g1 que em novembro de 2021 uma pessoa pediu ajuda alegando que tinha encontrado uma cadela próxima a uma rodovia, desnorteada. Como na época o abrigo estava em superlotação, eles se disponibilizaram a publicar nas redes sociais e encontrar um possível dono.

“Não demorou nem 30 minutos, a pessoa pegou a cadela, colocou no abrigo e simplesmente deixou lá, ignorando o que a gente tinha pedido. Amarrou a cadela lá e deixou. Ela foi abandonada duas vezes no mesmo dia”, relembra.

Comovidos, os voluntários do abrigo levaram a cadela até um veterinário. Ela estava com um corte grande na testa que precisou de pontos. Lá, os médicos também perceberam que ela é albina e nasceu sem ouvir nem enxergar.

Leia mais no G1.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.