24.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 12:09 pm

Governo encerra primeiro semestre de 2022 com balanço de importantes ações na Fundhacre

POR SECOM

Última atualização em 01/07/2022 18:19

O governo do Estado, por meio da Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), promoveu no primeiro semestre deste ano, uma série de ações para promover a qualidade de vida da população acreana. Na unidade hospitalar ocorreu o retorno das cirurgias bariátricas, que foram retomadas no mês de fevereiro, até o momento é somado 28 procedimentos realizados, incluindo pacientes do interior e da capital. Atualmente o programa de obesidade segue acompanhando um total aproximado de 350 pacientes pré-operatórios e 100 pós-operatório.

“Retomamos as reuniões em grupos com os pacientes, esses encontros vêm acontecendo mensalmente, sendo realizados pelos profissionais do programa de obesidade em parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac). Somamos, até então, a participação de 99 pacientes nessas atividades”, destaca o coordenador administrativo do Programa de Obesidade, Alyson Morais.

Dados do Programa de Obesidade, referente as cirurgias dos últimos 3 anos. Foto: Ilustrativa

O Complexo contou com novos instrumentais cirúrgicos, frutos de uma etapa do contrato com a empresa Bioplus, que disponibilizou itens para cirurgias vascular, colecistectomia, amigdalectomia, pequena cirurgia, drenagem torácica, laparotomia, curetagem e histerectomia.

“As caixas novas deram uma nova qualidade nos procedimentos cirúrgicos, que contam com materiais modernos, isso é importante para assistência ao paciente, e promove a melhoria no sistema de saúde”, é o que afirma a chefe do setor de planejamento na Fundhacre, Duciana Araújo.

“As caixas novas deram uma nova qualidade nos procedimentos cirúrgicos”, é o que afirma a chefe do setor de planejamento na Fundhacre, Duciana Araújo. Foto: Gleison Luz

Com o objetivo de agilizar a realização de exames de avaliação da atividade elétrica do coração, a Fundação entregou equipamentos de eletrocardiograma em setores da unidade, que foram adquiridos por meio de recursos próprios, no valor de R$ 100 mil. “Contemplamos alguns setores que necessitam realizar os exames, como o Hospital do Idoso, Nefrologia, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e as enfermarias. O governo do Estado vem atuando de forma assídua para contribuir com a entrega de equipamentos ao hospital”, ressaltou o presidente da Fundhacre, João Paulo Silva.

Novos equipamentos que foram adquiridos com recursos próprios do Estado. Foto: Cedida

O centro cirúrgico da Fundhacre passou por uma ampliação no número de salas cirúrgicas para a realização dos mutirões de cirurgias na unidade hospitalar. De seis salas, agora o bloco conta com o funcionamento de oito. Duas salas receberam novos equipamentos que foram adquiridos com recursos próprios do Estado, sendo dois focos de teto e duas mesas cirúrgicas, totalizando em R$ 252 mil.

Foram entregues 32 próteses dentárias para os residentes do Lar Vicentino. Foto: Gleison Luz

O Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) realizou consultas odontológicas aos residentes do Lar Vicentino em Rio Branco, onde entregou 32 próteses dentárias, o objetivo da ação foi de reabilitar a função mastigatória e, também, estética, devolvendo a autoestima.

Instituída na gestão do atual, o setor de Ouvidoria da unidade realizou mais de mil atendimentos, por meio de boas práticas como; Ouvidoria Itinerante nas enfermarias, busca ativa, Ouvidoria na Comunidade, como também visitas permanentes dentro do Complexo.

Adequação ocorre mediante recursos próprios do governo do Estado. Foto: Gleison Luz

O Hospital do Idoso passa por obras de adequação e reparo em sua estrutura física, onde é incluído uma rampa de acesso com corrimão, que garante um ambiente seguro e com mais acessibilidade, e um piso tátil, que orientará os pacientes com deficiência visual ou com baixa visão. A adequação ocorre mediante recursos próprios do governo do Estado.

Em um momento histórico para o Acre, o governo lançou, o mutirão das cirurgias eletivas para beneficiar ao menos 5 mil acreanos que estão na fila para procedimentos cirúrgicos na Fundação. A ação já iniciou com a realização dos exames pré-operatórios. Ao todo já foram realizados procedimentos na especialidade de varizes, vasectomia, vascular, urologia e cirurgia geral, totalizando em 920 exames pré-operatórios.

Até o momento foram realizados 920 exames pré-operatórios. Foto: Gleison Luz

O mutirão de cirurgias na Fundhacre é uma iniciativa e compromisso do governo do Acre, por meio de recursos do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), no valor de R$ 15 milhões, além da emenda parlamentar do senador licenciado Márcio Bittar, no valor de R$ 10 milhões.

Mutirão de cirurgias é uma iniciativa e compromisso do governo do Acre. Foto: Gleison Luz

O Fundhacre na Comunidade, chegou em sua 3ª edição com 100 atendimentos de pediatria e odontopediatria no município de Bujari, o objetivo é levar para a população distante os serviços de saúde. A 1 ª edição foi realizada em Vila Campinas e contabilizou 42 atendimentos, já a 2ª em Porto Acre com 106 atendimentos voltados para especialidade de pediatria.

Fundhacre na Comunidade no município de Bujari. Foto: cedida

O governo do Estado, por meio da Fundhacre, também realizou o mutirão de exames na especialidade de eletrocardiograma, que atendeu pacientes da capital, a duração foi de oito dias, cerca de 500 pacientes que aguardavam na fila conseguiram realizar o exame de eletrocardiograma na unidade hospitalar.

Cerca de 500 pacientes que aguardavam na fila conseguiram realizar o exame. Foto: Gleison Luz

O retorno do transplante de fígado foi uma das ações primordiais dentro da gestão do atual governo, que tem atuado com o compromisso de salvar vidas com a realização do transplante hepático na unidade hospitalar. Ao todo já foram realizados 61 transplantes. Toda organização e logística ocorrem entre as instituições de saúde e equipe do Transplante Hepático do Acre, coordenada pelo cirurgião Tércio Genzini.

Ao todo já foram realizados 61 transplantes fígado na Fundhacre. Foto: Cedida

Para qualificar a assistência à saúde dos usuários do setor de Nefrologia da rede pública do Estado, o prédio que oferece o serviço na Fundação iniciou o processo de reforma. Por mês, ocorrem entre 250 a 300 atendimentos nefrológicos, o que torna essencial a melhoria do prédio, que não passava por reformas há 10 anos.

O prédio de Nefrologia da Fundhacre não passa por reformas há 10 anos. Foto: Gleison Luz

O tempo para conclusão da reforma é estimado em quatro meses. Enquanto isso, os usuários da nefrologia estão sendo atendidos no anexo do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC).

Novo local do serviço de Nefrologia, localizado no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre. Foto: Gleison Luz

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.