33.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 11:14 am

Líder do PT lamenta ruptura do PSB e lançamento da candidatura de Jenilson ao Senado

Deputado classifica decisão de “repentina” e “unilateral’ e lembra que até domingo a frente partidária parecia consolidada

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 26/07/2022 18:38

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Assembleia Legislativa do Acre, deputado estadual Daniel Zen, manifestou, através de nota emitida na tarde desta terça-feira (26), o desconforto da sigla diante da decisão do PSB de se retirar da frente partidária formada ainda pelo PCdoB e PV e com o lançamento da candidatura do deputado Jenilson Leite para o Senado.

“Mesmo tendo sido respeitosamente informado sobre essa intenção, me causou estranheza a nota do PSB, sobre a definição da candidatura do meu amigo e deputado estadual Jenilson Leite ao Senado”, escreveu Zen.

Disse ainda o deputado que ele e muitos outros têm se esforçado para um entendimento entre os partidos, “em torno daquele que era, até ontem, o grande sonho dele e em virtude do qual ele trabalhou tanto nos últimos meses: ser candidato a Governador do Acre”.

Zen disse ainda que, até domingo, estava tudo certo em torno da unidade da Federação Brasil da Esperança no Acre (PT-PCdoB-PV) com o PSB. “Enfim, o time estava escalado, com Jorge e Jenilson. Só faltava definir em que posição cada um iria sair jogando”, acrescentou.

De acordo com o deputado, “o plano A até então era Jenilson governador e Jorge senador. A demora para definir e sacramentar isso vinha se dando por conta da necessidade de dialogar com o sentimento das pessoas, com a voz das ruas, mas também com uma coisa chamada viabilidade eleitoral. Afinal, é da vida e do destino de milhares de acreanos que estamos falando e não apenas dos interesses pessoais ou partidários que, naturalmente, estão em jogo nesse processo”.

Para Daniel Zen, “é lamentável que, mesmo ciente da posição oficial do Partido dos Trabalhadores, deliberada em seu Encontro Estadual, de que o companheiro Jorge Viana estava sendo apresentado ao debate como pré-candidatura ao Senado, o PSB mude a sua posição, defendida até aqui, de ter o deputado Jenilson disputando o governo, de forma repentina e unilateral”. “Contudo”, acrescenta a nota, “sigo acreditando no diálogo como melhor solução para tentarmos fazer prevalecer a posição conjunta da Federação Brasil da Esperança no Acre e do PSB, publicada em nota após a reunião do último domingo”.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.