28 de maio de 2024

Ex-deputada Flordelis sofre queda após passar mal em presídio na Zona Oeste do Rio

A pastora está na penitenciária Talavera Bruce, no Complexo de Gericinó

A ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza passou mal na penitenciária Talavera Bruce, no Complexo de Gericinó, nessa quinta-feira. Ela foi levada nesta sexta para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada dentro do complexo. Segundo informações de seus advogados, Flordelis desmaiou e caiu no chão, batendo com o rosto, joelho e mãos no solo.

A ex-deputada caiu quando deixava a sua cela para receber atendimento médico, pois já havia se queixado de tonturas às policiais penais. Ainda de acordo com a defesa da ex-parlamentar, Flordelis tem problemas cardíacos e um mapeamento cerebral detectou problemas em sua capacidade de raciocínio e fala.

Em nota, a defesa de Flordelis informou que vai pedir ao juízo competente para obter o prontuário médico da ex-parlamentar. “Há meses a defesa busca acesso a esse Prontuário para que Flordelis receba tratamento médico, eis que possui problemas cardíacos graves. É inadmissível deixar que ela padeça quando o próprio corpo médico da SEAP admite não ter os recursos necessários e adequados para atendê-la”.

Flordelis, durante seu julgamento no fórum de Niterói, em dezembro de 2022 — Foto: BRUNNO DANTAS / TJRJ

Os advogados acrescentaram ainda que “ a defesa tem sido impedida de acessar seus prontuários médicos e histórico, para que assim possa levar ao Judiciário e garantir urgentemente um tratamento médico necessário e digno”.

Já a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio informou, também por nota, que Flordelis “sofreu uma queda da própria altura a caminho de uma consulta de rotina no ambulatório, tendo sido encaminhada para a UPA, por precaução. A custodiada passa bem, mas segue sob observação”.

Durante o período de mais de dois anos na cadeia, Flordelis já passou por alguns episódios de desmaios, de acordo com seus advogados. Em dezembro de 2021, a Justiça autorizou que a ex-deputada recebesse atendimento de seu médico particular na penitenciária. Na época, sua defesa relatou que a ex-deputada vinha passando por episódios de “desmaios, lapsos de memória e dores de cabeça severas” na penitenciária Talavera Bruce.

Flordelis foi condenada a 50 anos e 28 dias de prisão, em dezembro do ano passado, acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. O crime aconteceu em 16 de junho de 2019, na garagem da casa da família em Pendotiba, Niterói. A ex-deputada foi presa no dia 13 de agosto de 2021, dois dias após seu mandato de deputada federal ter sido cassado.

A pastora está presa na mesma cela de sua filha, Simone dos Santos Rodrigues, também condenada por participação na morte de Anderson do Carmo. Elas estão no pavilhão das presas evangélicas.

No fim do mês passado, o Tribunal de Justiça negou um pedido de habeas corpus da defesa da Flordelis. Os advogados pediram que a ex-deputada aguardasse o julgamento do recurso contra sua condenação em liberdade.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost