26 de maio de 2024

Garimpeiros amarram crianças ianomâmis e ameaçam atirar de espingarda

Caso aconteceu em região de díficil acesso e comunicação; entidade diz não saber desfecho

Garimpeiros invasores da Terra Indígena Yanomani amarraram e ameaçaram crianças indígenas na região conhecida como Hakoma. De acordo com a Associação Hatukara, que encaminhou denúncia ao Poder Público, nesta quarta-feira, o episódio aconteceu em local isolado e de difícil comunicação. Um vídeo obtido pelo GLOBO mostra o momento em que as crianças são amarradas.

— Recebemos essa denúncia muito grave. Uma violação de Direitos Humanos de crianças em garimpo ilegal. É uma situação muito vulnerável. Não é de hoje que isso está acontecendo. — disse ao GLOBO o autor da denúncia, Dário Kopenawa, vice-presidente da associação Hatukara.

A associação Hatukara relata ter recebido informações sobre a presença de garimpeiros na região no dia 19 de setembro. As gravações das ameaças foram enviadas do Papui, local onde há acesso à internet. Pelo isolamento da área onde o caso ocorreu, a associação afirma não ser capaz de precisar a data e o desfecho da ocorrência.

“A gravidade do incidente exige uma resposta rápida por parte das forças de segurança”, dis a associação Hatukara em documento enviado ao Ministério Público Federal, Funai, Polícia Federal, Ibama, Exército e Ministério dos Povos Indígenas.

Na gravação, é possível ouvir um homem falando em “buscar os cartuchos da espingarda”. De acordo com a entidade, as crianças estariam sendo acusadas de furto de celulares, o que não teria ocorrido.

“Os dois vídeos tratam da mesma situação. Eles registram um momento em que garimpeiros acusam crianças yanomami de terem furtado celulares, e na tentativa de recuperar os objetos, amarram e ameaçam as crianças, que supostamente teriam pego os telefones. Um garimpeiro também tenta intimidar as vítimas, solicitando aos demais garimpeiros que “tragam os mokaua”, ou seja, que sejam trazidas armas para o barracão onde as crianças estão cativas”, diz ainda a denúncia da associação.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost