21 de fevereiro de 2024

Governo sai em defesa de Henrique Maciel e nega existência de denúncias de assédio contra o delegado

Ao final, o Governo destaca que "na vida pública, o respeito à democracia é princípio basilar e há que se respeitar os valores da ética e da informação de forma correta e responsável"

Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira (27), o Governo do Estado saiu em defesa do atual diretor-geral da Polícia Civil, Henrique Maciel, diante de acusações a respeito de assédio moral ou sexual.

O executivo afirma que não há qualquer tipo de denúncia protocolada no Ministério Público Estadual (MPAC) envolvendo o nome de Henrique e as supostas acusações.

O delegado Henrique Maciel ao lado do governador Gladson Cameli/Foto: Reprodução

“O governo do Acre, por meio da Direção de Polícia Civil, informa que não procedem as informações de que o diretor-geral de Polícia Civil, delegado Henrique Maciel, esteja respondendo no Ministério Público Estadual (MPAC) a processo, inquérito ou investigação sobre assédio moral ou sexual”, destaca.

“O único procedimento no MPAC que envolve a Direção-Geral de Polícia Civil versa sobre “verificação de uso de veículos acautelados”. Denúncias, principalmente aquelas que afetem a honra e a reputação das pessoas, devem ser acompanhadas de provas”, continua.

Ao final, o Governo destaca que “na vida pública, o respeito à democracia é princípio basilar e há que se respeitar os valores da ética e da informação de forma correta e responsável”.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA:

O governo do Acre, por meio da Direção de Polícia Civil, informa que não procedem as informações de que o diretor-geral de Polícia Civil, delegado Henrique Maciel, esteja respondendo no Ministério Público Estadual (MPAC) a processo, inquérito ou investigação sobre assédio moral ou sexual.

O único procedimento no MPAC que envolve a Direção-Geral de Polícia Civil versa sobre “verificação de uso de veículos acautelados”. Denúncias, principalmente aquelas que afetem a honra e a reputação das pessoas, devem ser acompanhadas de provas.

Na vida pública, o respeito à democracia é princípio basilar e há que se respeitar os valores da ética e da informação de forma correta e responsável.

Governo do Estado do Acre

PUBLICIDADE