21 de abril de 2024

Ex-promessa do City quer voltar ao futebol após ser esfaqueado 32 vezes

Patrick Kubacak, de 22 anos, encarou 9 horas de cirurgia e ainda tem medo de sair de casa

Patrick Kubacak é um ex-jogador de futebol da base do Manchester City. O rapaz de 22 anos viu acabar qualquer chance de atingir o sonho de chegar ao profissional ainda no ano passado quando foi atacado de forma aleatória por um homem que o esfaqueou 32 vezes em um beco de Manchester.

A história foi relatada em sites como Daily Mail, Daily Star Marca nesta quarta-feira (24).

Patrick Kubacak — Foto: Reprodução

Patrick Kubacak — Foto: Reprodução

Patrick ficou gravemente ferido depois de ser freneticamente esfaqueado na cabeça, rosto, couro cabeludo, pescoço, costas, peito, tronco e nádegas pelo homem idenficado como Michael Canning. O ataque aconteceu depois que o ex-jogador o ultrapassou por puro acaso em um beco em junho de 2023; era o mesmo caminho que a vítima fazia todos os dias para voltar do trabalho.

O jovem, que até já posou com o craque do City Jack Grealish, teve que passar por 9 horas de cirurgia para salvar sua vida depois que seus pulmões, fígado e outros órgãos foram danificados no ataque. Na época da agressão, Patrick já não brilhava tanto no esporte e treinava meio período em categoria semiprofissional, além de modelar e fazer bico como assistente de vendas para ajudar a manter o sonho dos dois outros trabalhos.

Patrick Kubacak — Foto: Reprodução

Patrick Kubacak — Foto: Reprodução

Michael Canning só parou de esfaquear Patrick quando ele fechou os olhos e se fingiu de morto. O criminoso foi foi condenado à prisão perpétua por tentativa de homicídio. No momento do ataque, a esposa de Patrick, Jade, estava grávida de 20 semanas.

O tribunal mostrou que o agressor tinha um histórico de crimes com faca e foi diagnosticado com um transtorno mental psicótico causado pelo uso habitual de drogas e desenvolveu uma “visão hostil em relação ao mundo em geral”.

Em seu perfil no TikTok, Patrick Kubacak admitiu o sonho de ainda conseguir jogar profissionalmente. “De não ter batimentos cardíacos e ser esfaqueado 32 vezes até me tornar o melhor jogador de futebol que posso ser”, legendou. As fotos o mostram fazendo flexões, exercícios para os joelhos e andando de bicicleta ergométrica.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost