29 de maio de 2024

Força Aérea faz buscas por helicóptero com 4 pessoas que saiu de SP e desapareceu a caminho do Litoral Norte

A aeronave saiu de São Paulo às 13h15 do último domingo (31)

A Força Aérea Brasileira (FAB) faz buscas por um helicóptero com quatro ocupantes que desapareceu, neste domingo (31), quando estava a caminho do Litoral Norte paulista para passar a virada do ano.

A aeronave saiu de São Paulo (SP) com destino a Ilhabela (SP), mas perdeu o contato com as torres de comando. A identidade do piloto e dos três passageiros não foi revelada.

De acordo com a Polícia Militar, que deu apoio nas buscas, a aeronave desaparecida saiu do aeroporto de Campo de Marte, em São Paulo, no domingo (31), por volta das 13h15, com destino a Ilhabela.

O último contato do helicóptero com a torre de controle foi às 15h10 deste domingo, quando sobrevoava Caraguatatuba.

Avião da Força Aérea faz buscas por helicóptero na região da Serra do Mar e Litoral Norte de SP. — Foto: Peterson Grecco/TV Vanguarda

Avião da Força Aérea faz buscas por helicóptero na região da Serra do Mar e Litoral Norte de SP. — Foto: Peterson Grecco/TV Vanguarda

Horas depois, às 22h40, foi gerado um alerta para o Comando de Aviação e para o Corpo de Bombeiros, já que não havia registro de pouso da aeronave ou possibilidade de contato com o piloto.

O helicóptero que desapareceu possui o prefixo PRHDB, modelo Robson 44, e é pintado de cinza e preto.

As investigações iniciais apontam para a possibilidade do helicóptero estar em alguma região entre a Serra do Mar, que é uma região de floresta densa do bioma Mata Atlântica, e Caraguatatuba (SP), cidade vizinha ao arquipélago de Ilhabela.

É entre o trecho de Serra e do município de Caraguatatuba onde a FAB e o helicóptero Águia da PM concentram as buscas.

Local onde buscas por helicóptero se concentram em Caraguatatuba e região serrana. — Foto: Arquivo pessoal

Local onde buscas por helicóptero se concentram em Caraguatatuba e região serrana. — Foto: Arquivo pessoal

Até o final da tarde desta segunda-feira (1º), não havia pistas sobre o paradeiro do helicóptero, do piloto ou dos três passageiros.

A PM não encontrou pistas e suspendeu os voos com o helicóptero Águia. Agora, as buscas seguem somente com a FAB.

Em casos de acidentes aeronáuticos, a autoridade responsável pela investigação é a Força Aérea Brasileira. O g1 acionou a FAB solicitando mais detalhes sobre a operação, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost