24 de maio de 2024

“Quero uma parceria duradoura do Acre com a China”, diz Gladson ao desembarcar no país

Governador participa do Brasil China Meeting, em Shenzhen e Hong Kong entre os dias 10 e 13 de janeiro

O governador Gladson Cameli desembarca nesta quinta-feira (11) na China para participar de uma série de agendas bilaterais com empresários chineses, durante o Brasil China Meeting, a ser realizado em Shenzhen e Hong Kong entre os dias 10 e 13 de janeiro de 2024.

Em entrevista ao ContilNet, o governador destacou que a China é o segundo maior parceiro comercial do país e lembrou que o Acre está em uma posição estratégica na rota de exportação entre os dois países.

Governador Gladson Cameli desembarca nesta quinta na China/Foto: Secom

“Estamos estrategicamente dispostos como o último estado brasileiro entre o corredor de produção de grãos e proteínas do país e a estrada do pacífico, capaz de ligar os portos andinos à Ásia de forma mais rápida e lucrativa entre os mercados brasileiro e chinês”, disse o governador.

É justamente o agronegócio do Acre que deverá ser o principal cartão postal do estado no encontro. “Além da questão logística, o próprio Acre vem se consolidando como uma nova fronteira do agronegócio. Estamos ano após ano, colhendo safras recordes de grãos. Já conquistamos o top 10 entre os rebanhos de suínos no Brasil e a nossa proteína bovina é considerada uma das melhores pela sua forma de produção extensiva e natural atendendo também a todos os requisitos sanitários internacionais”, justificou Gladson durante a entrevista.

Gladson aproveitou para informar que hoje, estima-se que existam mais de 4 mil espécies vegetais ainda desconhecidas que podem ser estudadas, desenvolvidas e comercializadas para obtenção de novos princípios ativos atraentes para os setores de alimentação, cosmética, farmacologia, engenharia, entre outros setores. E isso deve ser levado em consideração durante as discussões no evento.

“Minha visita à China estabelece um convite efusivo e pessoal em busca de uma parceria duradoura e harmoniosa em sintonia com o nosso passado, mas, além disso, confiante e lucrativa, alinhada com o nosso futuro”, finalizou o governador.

O evento em que Gladson deverá palestrar, está sendo realizado pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide) e os jornais Valor Econômico e O Globo com as principais lideranças e investidores do Brasil e da China.

O Brazil China Meeting realiza umas programação abrangente, explorando tópicos cruciais para o fortalecimento das relações econômicas entre Brasil e China. A seguir, alguns dos painéis e eventos:

– Agronegócio: Kátia Abreu, ex-ministra da Agricultura e Pecuária, liderará a discussão sobre “O Brasil ampliando suas exportações para a China”, revelando oportunidades no setor agrícola.

– Mineração e Commodities: Eduardo Bartolomeo, presidente da Vale, guiará as conversas sobre “O Brasil ampliando suas exportações para a China”, explorando o potencial do setor mineral.

– Tecnologia: Yang Jingnang, presidente executivo do Grupo AVIC BJ, liderará o painel sobre “A China ampliando seus investimentos no Brasil”, expondo oportunidades na indústria tecnológica.

– Indústria Automobilística e Autopeças: Stella Li, CEO da BYD Américas, discutirá “A China gerando novos negócios e indústrias no Brasil”, explorando parcerias no setor automotivo.

– ESG (Ambiente, Social e Governança): Cláudia Cotrim, presidente da Paper Excellence Brasil, conduzirá discussões sobre “ESG: formatos, ações e cooperação entre China e Brasil”, abordando práticas sustentáveis.

– Infraestrutura e Mobilidade: Liao Jun, especialista em investimentos, abordará a “Ampliação do Investimento Chinês no Brasil”, destacando oportunidades em infraestrutura e mobilidade.

– Energias Renováveis: Ricardo Mussa, CEO da Raizen, liderará discussões sobre “China e Brasil gerando oportunidades de energias limpas”, explorando o potencial de energias renováveis.

– Investindo no Brasil: Governadores Wilson Lima (Amazonas), Gladson Cameli (Acre) e Cláudio Castro (Rio de Janeiro) discutirão “Grandes Projetos no Brasil que podem receber investimentos chineses”, encerrando o evento.

Mais uma viagem à Ásia

Esta não é a primeira vez do governador do Acre na China. Em 2019, logo quando assumiu o cargo no primeiro mandato, Gladson integrou a comitiva brasileira em agendas bilaterais com o presidente do país, Xi Jinping.

Na época, Gladson assinou um memorando sobre o estabelecimento de cooperação estratégica entre o Acre e a província chinesa de Shandong. O documento envolvia a implantação de um moderno complexo industrial, comercial e de serviços no Acre, com investimento da ordem de R$ 1 bilhão e a criação de 20 mil empregos diretos.

RELEMBRE: Esforço de Gladson foi fundamental para o Acre selar investimentos com a China

O governo acreano havia oferecido todas as condições e estrutura necessárias para que 40 empresas da China se instalassem na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), em Senador Guiomard.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost