12 de junho de 2024

Mossoró: 20 agentes que caçaram Lázaro atuam na busca dos fugitivos

Vinte agentes que participaram da caçada ao assassino Lázaro Barbosa, em 2021, foram enviados para procurar fugitivos do presídio de Mossoró

Reprodução/PCDF

As buscas pelos criminosos do Comando Vermelho que fugiram do presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, contam com pelo menos 20 agentes que participaram da caçada ao assassino Lázaro Barbosa, em junho de 2021, em Goiás.

Todos os agentes pertencem à Polícia Rodoviária Federal (PRF). Uma equipe do Grupo de Respostas Rápidas (GRR), considerado o braço de elite da corporação, está em Mossoró desde a última sexta-feira (16/2). Eles são especializados em incursões em áreas remotas.

Um grupo de elite da Polícia Federal, o Comando de Operações Táticas (COT), também deslocou um efetivo para Mossoró, assim como a Força Nacional de Segurança Pública. A fuga, ocorrida na última quarta-feira (14/2), foi a primeira registrada em um presídio federal na história.

A caçada a Lázaro durou 20 dias. Ele foi morto com 38 tiros, após entrar em confronto com policiais que participavam da operação. Ao criminoso eram atribuídos os assassinatos de quatro integrantes de uma mesma família na Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal.

Divulgação

O presídio de Mossoró, que registrou a primeira fuga do sistema penitenciário federal – Reprodução/Depen

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost