21 de abril de 2024

Mulheres líderes: força, equilíbrio e empatia; confira o artigo de Maysa Bezerra

Ser uma liderança já não é uma tarefa fácil e sendo mulher, acredite, é triplamente complicado

Neste mês especial, em que todos celebram a MULHER, irei falar sobre uma temática muito essencial para os dias de hoje. A liderança feminina!

Foto: Reprodução

Ser uma liderança já não é uma tarefa fácil e sendo mulher, acredite, é triplamente complicado. Ahh e não me venha falar que é bla bla bla, de mensagem de feminista ou de uma mulher e frustrada. Porque não é!

Uma mulher líder tem uma jornada marcada pela força, equilíbrio e empatia. Num mundo em constante transformação, citarei alguns pontos que a partir de estudos e vivências tenho observado, quais seriam as habilidades essenciais para se destacar como líder? Como liderança.

Muitas literaturas de famosos escritores, já cita que a inteligência emocional se destaca como uma ferramenta poderosa. Com um profundo autoconhecimento, as mulheres líderes podem enfrentar desafios com resiliência e manter o foco nos propósitos, impulsionando suas equipes para o sucesso.

Outra habilidade que destaco é a capacidade de tomar decisões coerentes e adaptar-se às mudanças, ponto fundamental. As mulheres líderes trazem uma postura assertiva, comunicando com autenticidade e promovendo a colaboração, valorizando diferentes perspectivas e cultivando um ambiente de diálogo constante e clara.

Os erros mais comuns muitas vezes giram em torno da falta de inclusão e diálogo. As mulheres líderes entendem a importância de ouvir e integrar as perspectivas de suas equipes, promovendo um engajamento genuíno e construindo decisões mais robustas.

Para alinhar os propósitos pessoais dos colaboradores com os objetivos da organização, o autoconhecimento é chave. As mulheres líderes entendem a importância de cultivar uma cultura organizacional que valorize a diversidade e promova a comunicação transparente.

E por falar em diversidade, as mulheres estão cada vez mais ocupando posições de liderança em diversos setores. Segundo dados do Fórum Econômico Mundial, em 2023, as mulheres representavam 28% dos cargos de liderança globalmente, um aumento significativo em comparação com anos anteriores.

No entanto, a jornada das mulheres líderes também enfrenta desafios únicos, incluindo a rivalidade entre mulheres. Pasme. É crucial que as mulheres se unam, apoiando umas às outras e celebrando suas conquistas coletivamente. Um grande lema que carrego, nossa luta nunca será contra nós e nem entre nós. Bem, deveria ser assim.

Como disse Maya Angelou, “Cada vez que uma mulher se levanta em defesa de si mesma, ela se levanta em defesa de todas as mulheres”, é nessa máxima que acredito.

À medida que olhamos para o futuro da liderança, uma tendência importante é a valorização da liderança autêntica e consciente.

As mulheres líderes têm o poder de liderar com humanidade, reconhecendo suas próprias limitações e inspirando suas equipes a alcançarem seu máximo potencial. Quem aqui nunca ficou inspirado por uma mulher líder? Eu tenho várias mulheres que são minhas inspirações de vida, seja na vida pessoal, profissional e espiritual, veja a própria imagem que coloquei nesse artigo. São mulheres inspiradoras, que em algum momento da minha vida deixou marcas.

Cultive o sentimento da valorização do outro.

Neste Mês da Mulher, convido todas as mulheres a abraçarem sua singularidade e a se apoiarem mutuamente na jornada da liderança.

Como disse Audre Lorde, “Eu sou minha melhor obra-prima.” Que possamos nos tornar líderes inspiradoras, guiadas pela força, equilíbrio e empatia.

Você pode, mulher.

Maysa Bezerra

Coach e escritora

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost