28 de maio de 2024

Além da Força Nacional, PF também abandona buscas por acreanos foragidos em Mossoró

Depois de quase 50 dias, pelotão de elite da Polícia Federal segue o caminho dos homens da Força Nacional e desiste da caça aos acreanos

Depois da Força Nacional, que retirou seus homens de campo ainda na sexta-feira (29), neste 1º de abril, segunda-feira, o Comando de Operações Táticas (COT), pelotão de elite  da Polícia Federal, foi a segunda baixa sofrida pelas forças de segurança  na batalha pela captura dos acreanos Deibson Nascimento e Rogério Mendonça, fugitivos da penitenciária de segurança máxima de Mossoró (RN). 

COT da Polícia Federal também deixou as buscas/Foto: Reprodução

Depois de 47 dias de buscas infrutíferas pelos dois fugitivos, a Polícia Federal também se deu por vencida e está deixando a área de busca, na divisa dos estados do Ceará e do Rio Grande do Norte. O anúncio do encerramento das buscas aos fugitivos pela PF foi feito pela corporação nesta segunda-feira (1º), após um mês de mobilização no local.  

De acordo com a PF, a equipe mobilizada no local contava com policiais com treinamento específico para atuar na Caatinga, bioma da região. Dezoito homens do COT estavam em Mossoró desde 16 de fevereiro, dois dias após a fuga dos acreanos.

Fugitivos de Mossoró/Foto: Reprodução

As Forças de Segurança que permanecem nas buscas admitem que não há pistas seguras sobre o paradeiro dos dois fugitivos. Não há mais certeza de que eles permanecem escondidos e cavernas na região

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost