11 de junho de 2024

Pai e filha são mortos a tiros por ex-namorado da jovem dentro de casa no interior de SP; VÍDEO

O caso foi oficialmente registrado como feminicídio, violência doméstica e homicídio na Delegacia de Miracatu

Um funcionário público de 60 anos e sua filha de 25 foram brutalmente assassinados a tiros dentro de casa pelo ex-namorado da jovem, que em seguida fugiu de carro. Segundo informações apuradas pelo G1 nesta segunda-feira (13), a esposa e mãe das vítimas testemunhou o terrível crime em Miracatu, no interior de São Paulo.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência em uma residência localizada na Rua Joaquim Pedroso, no Centro. O ex-namorado, um mecânico de 29 anos, é considerado pela polícia como o principal suspeito do crime cometido na noite de sábado (11). A jovem possuía uma medida protetiva contra ele.

Foto: Reprodução

Conforme consta no boletim de ocorrência (BO), os policiais militares chegaram ao local e adentraram na residência, que estava com a porta aberta. Logo encontraram Francisco Xavier Marques de Queiroz caído em um corredor, com o corpo de Yasmin Santos de Queiroz próximo ao dele.

Os policiais comunicaram à Polícia Civil que as duas vítimas pareciam estar sem vida e, imediatamente, acionaram o pronto-socorro da cidade. Uma ambulância foi enviada com uma equipe de resgate, e os profissionais constataram o óbito do pai e da filha.

A esposa e mãe das vítimas, de 54 anos, estava presente na casa no momento do crime. Em seu depoimento, ela relatou que Francisco e Yasmin estavam deitados quando o ex-namorado da filha chegou, arrombou a porta da cozinha e invadiu a residência.

De acordo com o relato da mulher, Francisco foi o primeiro a ser alvejado. Ao ouvir o barulho da porta, ele se dirigiu para verificar o que estava acontecendo, deparando-se com o atirador. Ao todo, foram efetuados três disparos contra a vítima.

Posteriormente, o mecânico dirigiu-se ao quarto onde Yasmin estava e a levou para o quintal da casa, onde também disparou três vezes contra a jovem. Em seguida, o agressor fugiu de carro. O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado e realizou a perícia no local. O caso foi oficialmente registrado como feminicídio, violência doméstica e homicídio na Delegacia de Miracatu. Até o momento, ninguém foi preso.

play-sharp-fill
PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost