18 de junho de 2024

Polícia italiana afirma que Rodrigo Faro não tinha direito à cidadania

Rodrigo Faro foi denunciado por um canal italiano por tentar comprar cidadania italiana. Seis pessoas foram presas no esquema

De acordo com a polícia da Itália, Rodrigo Faro não tinha direito à cidadania italiana. O apresentador foi denunciado pelo canal de TV TGR, do país da bota, por ter participado de um esquema de compra de passaporte, em que seis pessoas já foram presas.

“Os suspeitos [presos] tentaram alterar a regular execução dos procedimentos legais para o reconhecimento da residência no município de Villaricca e para a obtenção da cidadania italiana por sujeitos que não tinham direito a ela”, teriam dito os oficiais ao canal. Além dos casal, o jogador de futebol Bruno Duarte Rodrigues também foi citado.

Reprodução/Instagram

Entenda

Rodrigo Faro e Vera Viel são acusados, por um site italiano, de comprar passaporte e residência daquele país, além de falsificar documentos. De acordo com a publicação, esse é um esquema de corrupção internacional, que já teve a prisão de seis pessoas, e ainda citou uma “cidade italiana de VIPs brasileiros”.

“Entre os conhecidos, estão apresentadores de TV nacional brasileiros, Rodrigo Faro e sua esposa, e alguns empresários de joias de São Paulo, no Brasil, que estavam envolvidos em negócios lucrativos em toda a Europa”, aponta o caso. O jogador Bruno Duarte da Silva também é citado.

Até o momento, nem Rodrigo Faro e nem Vera Viel falaram sobre o assunto.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost