15 de junho de 2024

Suposto testamento de Silvio Santos é revelado

Com o objetivo de evitar uma briga familiar após sua morte, o dono do SBT já teria distribuído sua fortuna entre a esposa e as seis filhas

Nesta quinta-feira (23/5), um suposto testamento de Silvio Santos teria sido revelado. Segundo Pedro Freire, da coluna Financeira, o dono do SBT já teria dividido sua herança entre a esposa e as seis filhas, com o objetivo de evitar uma briga familiar após sua morte.

Casado com Íris Abravanel desde 1981, depois de se separar de Maria Aparecida Vieira, o apresentador de 93 anos é pai de Cintia, do primeiro casamento; Silvia, Renata, Rebeca, Patrícia e Daniela, da união com a autora.

De acordo com o jornalista, o famoso deixará em torno de R$ 100 milhões em dinheiro para cada moça, além de uma boa parte para Íris. Elas ainda vão contar com a transferência de imóveis e empresas, aumentando ainda mais o montante que será deixado em espécie. Segundo a revista Forbes, Silvio é dono de uma fortuna avaliada em 1,6 bilhão.

Recentemente, em fevereiro deste ano, Vera Lucia Pinello Dias, de 75 anos, acionou a 2ª Vara de Família e Sucessões de Praia Grande, no litoral de São Paulo para pedir um teste de DNA e comprovar uma suposta paternidade de Silvio Santos. No entanto, a mulher, que afirma ser filha do dono do SBT, acabou levando um invertida da Justiça.

Instagram/Reprodução

Segundo informações do colunista Erlan Bastos, do Em Off, no documento, Vera Lúcia diz ter nascido em 02 de dezembro de 1948, mas que jamais conheceu sua mãe biológica. De acordo com a mulher, ela teria sido entregue ainda bebê pela mãe à uma enfermeira, que a fez chegar em sua mãe adotiva.

No texto, Vera Lúcia revelou nunca ter conversado com a mãe adotiva sobre a identidade de seus pais biológicos. No entanto, segundo ela, vizinhos e amigos da mãe adotiva teriam dito que sua mãe biológica trabalhava em uma indústria têxtil no Brás, frequentada por Silvio Santos.

A suposta filha de Silvio Santos, no entanto, não apresentou nenhum documento que comprovasse a paternidade. Na Justiça, a defesa de Silvio Santos negou qualquer possibilidade de paternidade.

O que diz a Justiça sobre a suposta filha

Os desembargadores Fernando Reverendo Vidal, José Rubens Queiroz Gomes e Ademir Modesto de Souza afirmaram que Vera Lúcia não apresenta nenhuma prova substancial para apontar Silvio Santos como seu pai biológico.

Os magistrados ainda deram uma invertida na mulher, apontando que “não há o mínimo indício de plausibilidade” na solicitação do teste de DNA e que “a demanda não deve ir adiante”.

“[Vera Lúcia diz] que desconhece o hospital em que nasceu, a identidade de sua mãe biológica, mas sabe, por ouvir dizer, que seu pai biológico é o requerido. Ora, os vizinhos e amigos, sabem quem é o pai, mas desconhecem quem seja a mãe. Fato curioso, sendo comum o contrário”, observaram os desembargadores.

Assim, eles mantiveram a sentença do juiz Wilson Julio Zanluqui, que decidiu por julgar o processo extinto. Ele ressaltou que a determinação pelo teste de DNA deve ser aplicada apenas quando existe alguma prova que traga “o mínimo de possibilidade” do fato ter realmente ocorrido.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost