Carlinhos Mendigo se escondia em imóveis de amigos, diz polícia

Humorista foi preso nessa terça-feira (18/6) em São Paulo em razão de uma dívida de R$ 246 mil por não pagar pensão alimentícia

O humorista Carlos Alberto da Silva, conhecido como Carlinhos Mendigo, tinha o auxílio de amigos para tentar despistar a polícia, de acordo com a delegada Maria Juliana. Carlinhos foi preso em São Paulo nessa terça-feira (18/6). Ele era considerado foragido pela Justiça desde 13 de novembro, em razão de uma dívida de R$ 246 mil por não pagar pensão alimentícia.

Segundo a delegada, o humorista costumava passar períodos em apartamentos de amigos, evitando ficar muito tempo em um mesmo endereço.

“Como é uma pessoa bastante conhecida, ele tem bastante amigos. Tinha o auxílio de alguns amigos, de algumas pessoas que cediam lugares para ele dormir, pernoitar e viver”, disse a delegada em entrevista coletiva no Palácio da Polícia.

Reprodução

A delegada Juliana afirma que, mesmo foragido, Carlinhos fazia lives em que conversava com seguidores nas redes sociais. Segundo a delegada, isso foi um desafio para a polícia.

“Ele não falava de onde ele estava falando. Ficava no escuro e ficava difícil identificar em que lugar era.”

De acordo com a polícia, Carlinhos foi localizado após um encalço de 20 dias. Nessa terça, os policiais fizeram uma campana na Avenida Nove de Julho, na região dos Jardins, onde ele costumava transitar.

Por volta das 12h30, os investigadores visualizaram Carlinhos Mendigo dirigindo um carro preto e fizeram a abordagem.

Na manhã desta quarta-feira (19/6), o humorista passará por audiência de custódia, em que o juiz vai analisar as condições em que o mandado de prisão foi cumprido e avaliar se ele deve permanecer preso. Se Carlinhos pagar a pensão, será liberado. Caso contrário, terá que permanecer pelo menos 30 dias preso.

Quem é Carlinhos

Carlinhos Mendigo ganhou destaque na televisão e no rádio ao participar do programa “Pânico” a partir de 2003. Mendigo começou como office-boy na Jovem Pan, mas sempre assistia às gravações do programa até que conseguiu uma oportunidade e entrou para o time. Ele ficou no “Pânico” até 2007 e voltou anos depois.

Ele fazia os personagens Silvio Santos Reptiliano, Sérgio Mallandro, Merchan Neves e Presidente Molusco, todos com grande popularidade na época.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost