Conheça as carreiras do concurso Tribunal de Contas do Acre

Com inscrições já abertas, a seleção oferta 38 vagas imediatas

Está na praça o mais novo concurso público do Tribunal de Contas do Acre (TCE AC), que possui carreiras para lá de interessantes e que possuem iniciais de até R$ 12,4 mil!

Com inscrições já abertas, a seleção oferta 38 vagas imediatas mais formação de cadastro reserva para AnalistaAuditor e Técnico, todas carreiras pra lá de importantes no órgão.

Foto: Divulgação/TCE-AC

Por isso, conhecer os detalhes pode ser a forma de analisar suas chances e interesses no novo edital. Confira abaixo:

Carreiras no concurso TCE AC

O Quadro Permanente de Pessoal do Tribunal de Contas do Estado do Acre está escalonado em três grupos, na forma a seguir elencada:

  • I – Grupo de Nível Superior – Auditor de Controle Externo (160 cargos);
  • II – Grupo de Nível Médio – Técnico Técnico de Controle Externo (29 cargos); e
  • III – Grupo de Nível Fundamental – Agente de Controle Externo (29 cargos).
Quadro com o quantitativo de cargos criados para Analista de Controle Externo
Cargos criados Auditor de Controle Externo

Salários dos cargos

  • Analistas:
    • Vencimento de R$ 6.826,61
    • Auxílio-Alimentação de R$ 3.300,00
    • Total: R$ 10.126,61
  • Auditor:
    • Vencimento de R$ 7.509,27
    • Gratificação de Incentivo à Qualificação e Resultados de R$ 1.650,00
    • Auxílio-Alimentação de R$ 3.300,00
    • Total: R$ 12.459,27
  • Técnico:
    • Vencimento de R$ 3.347,00
    • Adicional de Função de Apoio Logístico de R$ 825,00
    • Auxílio-Alimentação de R$ 3.300,00
    • Total: R$ 7.472,00

Requisitos

Analista Administrativo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na respectiva área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe.

Analista de Tecnologia da Informática: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior específico na área de Tecnologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista Ministerial: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na respectiva área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Auditor de Controle Externo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na respectiva área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Técnico de Controle Externo: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Atribuições

Auditor de Controle Externo: executar trabalhos de nível técnico, de ampla complexidade, no âmbito interno e externo do Tribunal de Contas, consistindo no exame e análise de documentos e atos de gestão contábeis, orçamentários, financeiros, operacionais, patrimoniais e ambientais e tudo mais que possa ser exigido para o desempenho do controle externo. Emissão de relatórios de auditoria, emissão de pareceres e informações técnicas, análise de balanços, exame da legalidade dos atos praticados pelos gestores públicos jurisdicionados.

Técnico de Controle Externo: atividades de média complexidade inseridas no contexto do Tribunal de Contas, tais como: recepção e encaminhamento de documentos, atividades de apoio logístico ao desempenho do Controle Externo, atividades de apoio e organização, digitação, montagem e autuação de processos, conferência de documentos, pesquisa de informações e outras atividades correlatas, além das específicas abaixo discriminadas.

Técnico de Controle Externo – TI: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Analista de Tecnologia da Informática: implementar projetos de engenharia e construção de software, desenvolvendo novas funcionalidades, testando e mantendo sistemas de acordo comas metodologias e técnicas adequadas, visando aos objetivos estabelecidos quanto à qualidade, custos, prazos e benefícios; prestar suporte aos sistemas; participar do planejamento, execução, medição e melhorias dos processos de desenvolvimento de software.

Analista Administrativo: realizar atividades de natureza administrativa e logística de nível superior do TCE, aplicando instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e comunicação referentes aos planos, programas, projetos e atividades desenvolvidas.

Analista Ministerial: exercer atividades de natureza continuada, de planejamento, implementação, supervisão, assessoramento, monitoramento e execução de ações, projetos, programar, processos e procedimentos de Controle Externo, de políticas públicas, de gestão e governança, de controle interno e suporte, conforme área de habilitação, no âmbito das áreas meio e finalísticas do MPC AC.

Inscreva-se!

Achou interessante cada detalhe sobre as carreiras do concurso TCE AC? Então, garanta seu lugar na disputa até o dia 09 de julho.

Para isso, é necessário efetuar o pagamento de uma taxa, cujo valor varia conforme o cargo desejado. Veja:

  • Analistas: R$ 113,00;
  • Auditor: R$ 132,00;
  • Técnico: R$ 81,00.
PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost