Programa de investimento Tríplice Hélice é lançado em seminário na Ufac

"Trata-se de uma oportunidade ímpar para mostrar que o governo pode ser um catalizador entre economias", disse Vahan Agopyan

Com presença de representantes dos setores público, privado e universitário, foi realizada na manhã desta sexta-feira (19), no Teatro da Universidade Federal do Acre (Ufac), a cerimônia de lançamento da Tríplice Hélice no Acre.

A Tríplice vem acompanhada do Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. De autoria do deputado Bruno Araújo (PSDB/PE), com relatoria do, na época, deputado federal Sibá Machado (PT/AC) e do senador Jorge Viana (PT/AC), o Código regulamenta parcerias entre setores públicos e privados para viabilizar novos investimentos na área da ciência e da tecnologia.

Lançamentos do programana junto ao Novo Marco Legal da CT&I /Foto: Astorige Carneiro /Contilnet

Para a ocasião, foram convidados para palestrar Helena Nader, atual presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); Mário Neto Borges, atual presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); e Vahan Agopyan, atual conselheiro do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS).

“Temos que mostrar o outro lado da moeda. Trata-se de uma oportunidade ímpar para mostrar que o governo pode ser um catalizador entre economias e empresas para o avanço da nação. É uma iniciativa que preza pela busca e replicação do conhecimento”, destacou Vahan Agopyan.

Vahan Agopyan durante o evento /Foto: ContilNet/Astorige Carneiro

Para Helena Nader, trata-se de uma honra poder retornar ao Acre para celebrar o marco legal: “Leis não mudam o país. As leis apenas abrem caminhos para que as pessoas possam transformar a realidade. O progresso não vem do individual, e sim do coletivo, e é isso que celebramos hoje: a união em prol do avanço”.

Após o seminário, a proposta foi encaminhada à Assembleia Legislativa e, em caso de aprovação, o Acre será o primeiro estado do Brasil a adequar-se ao código por meio de legislação específica.

“Toda a equipe da universidade fica imensamente feliz pelas possibilidades que a Lei trará. Serão mais oportunidades para que a ciência e a tecnologia também tenham o selo acreano de qualidade”, disse Minoru Kinpara, reitor da Ufac.

comentários

Outras Notícias

Veja também