Rio Branco, Acre,


Empresa baseada na fé e ousadia de empresário acreano é a maior da região Norte

“A Digicópia começou do zero, bem pequenininha. Deus abriu portas, me deu estratégias, e prosperamos", diz Paulo Henrique

digicopais
Empresa possui um faturamento que ultrapassa R$ 2, 5 milhões/Foto: ContilNet

A empresa Digicópias, localizada na Av. Ceará, em Rio Branco, pode ser considerada um projeto audacioso, comprometido com os colaboradores e que alcançou êxito mesmo em um mercado saturado.

Atualmente, a empresa  conta com mais de 70 funcionários, 400 maquinas multifuncionais locadas, é detentora da concessão de licença de uso da marca Canon e possui um faturamento que ultrapassa R$ 2, 5 milhões, mas nem sempre ela foi assim.

PUBLICIDADE

A Digicópias começou do zero em 2005 por conta da necessidade, força de vontade, fé e determinação do jovem Paulo Henrique. Após ficar desemprego e sem direitos trabalhistas, ele se viu diante do desafio de empreender. Hoje, aos 40 anos, casado e pai de três filhos, Paulo Henrique é dono do maior centro de cópias da região Norte.

digicopais4
Empresa conta com mais de 70 funcionários

A história da empresa se confunde com a história de superação de seu proprietário. Aos 29 anos, Paulo Henrique saiu do emprego, onde era uma espécie de “faz tudo” e viu-se diante do desafio de abrir um negócio próprio, mesmo sem ter qualquer tipo de recurso para o inicio das operações.

“A empresa começou do zero, bem pequenininha, no Terminou Urbano. Deus abriu portas, me deu estratégias e prosperamos. Ficamos felizes em ser a maior da região Norte porque bem sabemos os desafios que encontramos”, diz.

O empresário, que viu seu mix de produtos ser ampliado nos últimos tempos, incluindo malharia, afirma que credencia todo o sucesso à fé e ousadia em acreditar que seria a hora adequada de investir no setor. “Hoje trabalhamos com venda e locação de equipamentos multifuncionais, plotagem, carimbo, encadernação, malharias e uniformes escolares”.

digicopias2
“Deus abriu portas, me deu estratégias e prosperamos”, disse Paulo Henrique

Paulo Henrique, que viu o faturamento anual da empresa saltar de R$ 120 mil ao ano para R$ 2, 5 milhões, afirma que o segredo do sucesso é o “comprometimento e atendimento diferenciado” ao cliente. Ele ressalta que a empresa mantém boa relação parceiros, colaboradores e clientes, sem distinção.

“Procuramos tratar todos iguais. Nossos colaboradores, parceiros e clientes são sempre bem atendidos. Nós não cobramos pela arte das camisetas que serão impressas. Pode ser que o cliente compre apenas uma camiseta, mas ele pode sentar com nossos web e ficar o tanto de tempo que quiser”, acrescenta.

Segundo o empresário, um dos diferenciais da empresa é o constante aperfeiçoamento na qualidade de atendimento ao cliente e investimento em máquinas modernas. “Adquirimos uma máquina que imprime todos os exames de imagem de forma digital, ajudando no trabalho médico. A qualidade é impressionante, muito boa”.

digicopais3
Máquina que imprime todos os exames de imagem de forma digital é a novidade da Digicópias

A empresa também conta com uma máquina que imprime mapas a toner e não mais a jato de tinta. “Isto é importante para quem pretende imprimir um projeto de arquitetura ou mapa, pois a qualidade é bem superior do que a oferecida atualmente. Já sai dobrado e tudo isso pelo mesmo preço que já é aplicado no mercado”, conclui.

digicopias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up