Rio Branco, Acre,


Ameaças de ataques a escolas do Acre serão investigadas pela Segurança Pública

Os rumores de ataques iniciaram na última terça-feira (23), no Centro de Referência na Educação de Jovens e Adultos

Uma nota assinada pela alta cúpula da Segurança Pública do Acre afirma que a polícia está investigando as ameaças de ataques em escolas públicas do estado.

Os rumores de ataques iniciaram na última terça-feira (23), no Centro de Referência na Educação de Jovens e Adultos (CEJA), quando quatro homens em duas motocicletas pararam e fizeram gestos de que iriam atirar na cabeça de alunos e professores que estavam no local.

Policia esteve na Ceja, na última terça-feira/Foto: ContilNet

Na tarde desta quinta (25), as escolas Henrique Lima e Edilson Façanha, localizada no bairro Calafate e João Aguiar, no Manoel Julião, foram evacuados após novos rumores de ataques de facções criminosas.

Veja também: Direção da escola João Aguiar suspende aula nesta quinta após ameaça de invasão

Veja nota da alta cúpula da Segurança Pública do Acre:

Nota de Esclarecimento

Em virtude da veiculação de informações e áudios vazados através das redes sociais, alertando sobre uma suposta tentativa de invasão criminosa às escolas Henrique Lima e Edilson façanha, no bairro Calafate e João Aguiar no bairro Manoel Julião, a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), informa que já iniciou um processo de investigação que vai periciar os áudios e identificar de onde partiram a disseminação dos boatos que causaram o tumulto e evacuação de alunos nas escolas.

Tão logo foram registradas as notificações que davam conta da possível invasão, policiais foram destacados para averiguação nas instituições de ensino e após a realização de diligências, não conseguiram localizar suspeitos ou o simples fundamento das denúncias. O que foi possível identificar pelo Serviço de inteligência da Polícia Civil, foram boatos disseminados entre alunos nas três escolas citadas que geraram o tumulto.

Independente do processo de investigação que tem por objetivo identificar os autores do possível trote nas escolas, o policiamento nos locais onde foram geradas as ocorrências estão reforçados. A Secretaria de Estado da Educação também está colaborando com o repasse de informações.

Atenciosamente,

Paulo Cézar Rocha dos Santos
Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública

Rêmullo César Pereira de Carvalho Diniz
Secretário de Estado de Polícia Civil

Mário César Souza de Freitas
Comandante Geral da Polícia Militar do Acre

Márcio Matos Mourão
Diretoria de Planejamento e Gestão Institucional da Secretaria de Educação

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias