16.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 4:06 am

Candidato a vereador se defende de acusações de fraude e enriquecimento ilícito

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O ex-secretário de Articulação Comunitária (Semacs) de Rio Branco, Ailton Castro, chamou de inverídicas as informações postadas em grupos de Whatsapp nesta quinta-feira (29) sobre suposto enriquecimento ilícito e desvio de dinheiro público na pasta.

Castro, que é candidato a vereador pelo PSB, foi acusado de superfaturar os alugueis de veículos para a Semacs, onde foi secretário por dez meses, e embolsar a grana extra que saía dos cofres públicos.

Ao ContilNet, ele negou todas as denúncias e disse que são frutos de fogo amigo, pois teriam partido de um grupo da sua própria legenda. “Isso é inveja e perseguição política de pessoas que apoiam outro candidato a vereador dentro do próprio PSB”, disse.

As denúncias falam da aquisição de um apartamento e um veículo como resultado do suposto enriquecimento ilícito. O candidato chama as informações de fake news.

“Meu apartamento será pago em 30 anos e meu carro também parcelado/financiado tem parcela até 2022 e com um balão de 55 mil na última parcela que pode ser reparcelado. Trabalhamos muito para conquistar o que temos. Sou corretor de imóveis e perito avaliador, tenho minhas contas abertas”, disse.

Ele prometeu ir ao Tribunal Regional Eleitral (TRE-AC) abrir um processo contra os “caluniadores, que terão de provar tudo o que disseram contra mim”.

“A nossa campanha tem crescido e está sendo abraçada pelos amigos. Certamente esta incomodando os interesses e a ganância pelo poder. Essa FAKE NEWS tenta por em dúvida a minha idoneidade, mas não seremos abalados. Não tinha inimigos antes de me envolver na política, mas a ganância pelo poder faz o seu humano tentar destruir o outro”.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.