26 C
Rio Branco
21 abril, 2021 12:12 pm

Páscoa: qual a origem deste feriado internacional?

POR SOCIENTÍFICA

Comumente comemorada por todos, a Páscoa é um dos feriados mais aguardados no decorrer do ano. Isso acontece, pois, os povos de todas as culturas possuem uma maneira de comemorar tal data, inclusive as crianças, que esperam pela visita do tão sonhado coelhinho.

Essa data é comemorada pelos cristãos, como sendo o dia em que aconteceu a ressureição de Jesus Cristo. De acordo com os escritos do Novo Testamento, essa festividade ocorre desde o século 2, no entanto, é possível que desde tempos atrás, tal data fosse comemorada pelos fiéis.

A data da Páscoa e suas controvérsias
Devido ao fato de ser um acontecimento comemorado por diversas religiões, a data acaba sofrendo algumas alterações. Isto acontece, pois, cada comunidade possui o seu próprio calendário a ser seguido.

Ressurreição de Cristo , óleo sobre painel de madeira de Raphael, 1499-1502; no Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brasil. Fonte: © SuperStock

Por exemplo, as igrejas ocidentais utilizam o calendário gregoriano, enquanto as igrejas orientais usam o calendário juliano. Mesmo sendo considerada uma festividade para comemorar a volta de Jesus, muitos associam a sua origem, como sendo pertencente a rituais pagãs.

Segundo o Dicionário Bíblico de New Unger: “A palavra Páscoa é de origem saxônica, Eastra, a deusa da primavera, em cuja honra eram oferecidos sacrifícios na época e em todos os anos.

No século VIII, os anglo-saxões adotaram o nome para designar a celebração da ressurreição de Cristo”. É com essa definição, que muitos atribuem essa data como tendo raízes pagãs.

A deusa da primavera: Eostre
Devido a sua popularidade e ter sua história contada para todas as comunidades, a deusa da primavera acabou sendo batizada por outros nomes, portanto, não se assuste quando ouvir ou ler Ostara, Austra e Eastre como referência a ela. Para os mais antigos, essa personalidade representa a personificação da renovação.

video

Por esse motivo, seus adoradores a veem como sendo a salvadora, a que trouxe de volta a luz após longos períodos vivendo na escuridão.

Isso aconteceu com a chegada da primavera, mais precisamente, no Equinócio da Primavera em 21 de março.

Muitos acreditam que a palavra “Páscoa” foi designada após o aparecimento da deusa Eostre. Que surgiu após um longo período sombrio, no qual faz referência ao inverno.

O seu símbolo era retratado como sendo uma lebre, devido ao início da primavera. Por esse motivo, é que perdura até os dias de hoje, a prática de usar coelhos como sendo uma alusão a essa data especial, principalmente as crianças.

Ovos de Páscoa da Europa Oriental e pintinho de brinquedo em um prato.
Fonte: AdstockRF

A Páscoa e o cristianismo
Para esses religiosos, a festa ocorre em comemoração a ressurreição do próprio Jesus Cristo.

Tal data ficou decidida após o consenso de que esse evento deveria ser comemorado sempre no primeiro domingo após a primeira lua cheia após o equinócio vernal.

Confira: Vacina contra tumor cerebral maligno é segura e eficaz, relatam pesquisadores

Assim, o primeiro domingo de abril é a data escolhida para que os fiéis comemorem a ressurreição de Cristo ou a Páscoa.

Diferentemente, os judeus comemoram nessa data, a libertação da escravidão, sendo um domingo bastante especial, pois fora o momento em que o povo conseguiu novamente a esperança de viver.

(Foto: Reprodução)