26.3 C
Rio Branco
17 junho, 2021 11:26 am

Em protesto, cadastro de reserva da Civil fecha avenida no Centro de Rio Branco

"Esse é uma medida de desespero. Queremos que o governador cumpra o que nos prometeu", disse um dos manifestantes

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O cadastro de reserva dos concursos da Polícia Civil de 2015 e 2017 decidiu intensificar a pressão contra o Governo do Estado na tarde desta quinta-feira (27).

Em forma de protesto, pedindo a definição de uma data para o início da formação (3º e última etapa do concurso) e o quantitativo de vagas, o grupo que representa 500 aprovados resolveu fechar o cruzamento da Rua Marechal Deodoro com a Avenida Brasil. O trânsito está interditado.

O grupo fechou o cruzamento da Marechal Deodoro com a Avenida Brasil/Foto: Reprodução

“Não sairemos daqui enquanto o governo não tomar uma decisão e nos dar uma definição sobre data e quantidade de convocados para o início da formação, que é a última etapa do concurso”, disse ao ContilNet Valter Franklin, um dos manifestantes.

“Esse é uma medida de desespero. Queremos que o governador cumpra o que nos prometeu”, continuou.

Os envolvidos fizeram os concursos para as vagas de agente, escrivão, perito e auxiliar de necrópsia.

Gladson já prometeu na semana retrasada que faria a convocação para a academia até fevereiro de 2022, mas não especificou a data – o que tem deixado a classe insatisfeita.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.