22.3 C
Rio Branco
21 junho, 2021 11:41 pm

Zoológico usa 100 galinhas e 990 drones para achar leopardo que fugiu

Três felinos escaparam do Hangzhou Safari Park, na China, mas um deles segue desaparecido

POR METRÓPOLES

Um zoológico localizado na China mobilizou autoridades e até animais para uma perseguição a um leopardo que fugiu do local.

Outros dois felinos haviam escapado do Hangzhou Safari Park, mas já foram capturados. O terceiro bicho segue à solta e tem causado pavor entre moradores da região.

De acordo com o site Live Science, as autoridades já usaram diversos métodos para encontrar o leopardo, dentre eles o lançamento de 990 drones no ar e sensores de movimento instalados pelos arredores.
A polícia ainda fez uso de 100 galinhas vivas como isca para o animal, sem sucesso.

A fuga ocorreu em 19 de abril; em 21 daquele mês, o primeiro felino foi resgatado, e o segundo voltou ao zoológico em 8 de maio.

Agora, os moradores da região temem que o animal sob caça provoque ataques antes de ser descoberto pelas autoridades.

Ao The Guardian, as autoridades chinesas informaram ter enviado um comunicado aos residentes:

“Rastros de leopardo foram descobertos perto de vilas nas montanhas. A polícia está procurando. Todos, por favor, fechem portas e janelas com segurança e não saiam”.

Cerca de 1,7 mil pessoas buscam pelo animal selvagem, mas trabalhadores do zoológico temem que ele seja encontrado sem vida, já que nunca precisou caçar para sobreviver antes.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.