21.3 C
Rio Branco
26 julho, 2021 7:10 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Junho Vermelho: Giovana doa sangue há 16 anos como gesto de amor ao próximo

Um único gesto, de uma só pessoa, ter o poder de mudar e salvar quatro vidas por vez

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) – O mês de Junho entre as cores ** de reflexão, comemoração ou exaltação, também é Vermelho, para conscientização a Doação de Sangue. E para quem ainda não sabe, a ação em um único gesto, de uma só pessoa, tem o poder de mudar quatro vidas. Mudar, não, salvar. Bem como , se somar anual, pode chegar a 12 ou 16 vidas. A doação pode ser feita de três a quatro vezes ao ano, dependendo da pessoa e seu sistema imunológico, que será examinado no Hemosul de Mato Grosso do Sul, ou de cada Estado ou hospital que há coleta de sangue.

Nesta segunda-feira (14), Dia Mundial do Doador de Sangue, o Junho Vermelho de Campo Grande, tem em 2021, uma história que vem de 16 anos, com a jovem Giovana Neves Rodrigues Ferreira, 34 anos, fazendo esse mesmo gesto, até três vezes ao ano, durante todos esses anos, sem parar nenhum período.

A jovem que é do setor dos números, lembra que não precisa calcular nada, além de Amor a ser dado e recebido de alguma forma de volta. “Não precisa ser de exatas, nem dominar a matemática, para chegar ao resultado, afinal, a ordem desses fatores não altera o produto -sangue-, que nada mais é que o amor ao próximo.  Doar sangue é um ato de amor, capaz de dar esperança de vida e um recomeço para quem mais precisa”, comenta Giovana em ‘matemática’ doadora, que ela domina muito bem.

Giovana, que hoje é colaboradora de uma área da Saúde, a Unimed Campo Grande, volta um pouco no tempo e relata que mesmo antes, foi aos 18 anos que realizou a primeira doação de sangue. “Naquele momento soube que meu tipo sanguíneo é O-, a partir de então, ciente que esse tipo de sangue é universal e ajuda todos, porém só recebe dele mesmo, me senti na obrigação de ajudar todos que precisam”.,  lembrou a doadora.

Ato se tornou Missão

Os estoques dos bancos de sangue de todo o País precisam ser constantemente abastecidos para atender tanto quem estiver em situação de emergência, quanto para quem necessita de sangue com frequência e ainda para cirurgias. Falar sobre esse assunto, por si só, já é muito importante e necessário, mas a temática ganha ainda mais força neste mês de Junho Vermelho, voltado para conscientização da população para a doação de sangue.

Giovana, revela ainda uma participação quase como missão. Ela conta que sempre que alguma campanha é realizada com este intuito, ou fica sabendo de alguém que precisa muito da doação, não pensa duas vezes, vai correndo para um hemocentro e ainda mobiliza amigos e familiares.

“Sempre realizo a doação voluntária e quando recebo algum nome de uma pessoa que precisa, informo no ato da doação. Também sempre divulgo e mobilizo, seja família, amigos e em redes sociais”, relata  a jovem.

“A vontade de doar partiu do coração, de ajudar quem necessita. Para eu doar é vida, doar é amor, doar é esperança”, conclui Giovana.

Junho Vermelho  – Mês para contribuir ao ano

O mundo celebra em 14 de junho o Dia Mundial do Doador de Sangue, mas a conscientização em torno do assunto se estende durante todo mês no Junho Vermelho, que tem o intuito de alertar a população sobre a importância deste ato capaz de salvar milhares de vidas.

Mesmo em tempos de pandemia, com todos os cuidados voltados para o combate da Covid-19, é necessário lembrar que há inúmeras pessoas precisando de bolsas de sangue para sobreviver.

Assim, com exemplo da sua colaboradora e no mês especial, a Unimed CG, lançou a campanha #JunhoVermelho, incentivando colaboradores, médicos cooperados e clientes a exercerem a solidariedade, doando sangue de qualquer tipo sanguíneo (A+, A-, B+, B-, O+, O-, AB+ e AB-).

Toda pessoa que tem entre 16 e 69 anos de idade pode doar. Quem já doou este ano, não tem problema, pode doar mais de uma vez. Basta clicar aqui para ficar por dentro dos requisitos necessários, telefones de contato e locais para doar.

** Cores de Junho

Vermelho – Doção de sangue

Laranja  – para a conscientizar sobre a anemia.

Verde – Prevenção do meio ambiente – Dia Mundial do Meio Ambiente em 5 de junho

Arco-íris – Mês todo é do Orgulho LGBT, que envolve todas as cores

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.