34.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 2:17 pm

Em nota, Fundhacre diz que aparelho de raio-x encontrado em área de mata “não produz quaisquer radiações”

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 31/08/2021 13:07

Peças de um aparelho de raio-x que foram encontradas em uma área de mata, em Rio Branco, assustou os moradores da região por medo de contaminação por radiação. O caso foi noticiado pelo ContilNet na manhã desta terça-feira (31).

LEIA MAIS: No AC, aparelho é descartado em área de mata e pode causar grave acidente radiológico; entenda

Em nota, a direção da Fundação Hospital Estadual do Acre informou que o produto destacartado não representa qualquer risco para a saúde da população, já que “o material encontrado não produz quaisquer radiações, pelo simples fato de não ter em seu componente de geração, a passagem de corrente elétrica potencial, sobretudo por não está portando no seu interior ampola de vidro ou metal”.

Leia a nota na íntegra:

Nota Pública

Mediante denúncias de populares sobre o descarte indevido de um material que fazia parte do raio-x, o equipamento sem ampola, e totalmente inutilizável. A Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), o hospital esclarece que:

O material encontrado não produz quaisquer radiações, pelo simples fato de não ter em seu componente de geração, a passagem de corrente elétrica potencial, sobretudo por não está portando no seu interior ampola de vidro ou metal.

A Presidência da Fundhacre afirma que não há produção de radiação pelo material. É salutar informar que não há veracidade em informar que o material produziria risco a população, sobretudo a comunidade que convive nas mediações da Fundhacre, logo, a denúncia não tem fundamento.

Com efeito, as peças que produziriam um acidente radioativo também não estão nos moldes do equipamento encontrado, já que nele não há cápsula com césio-137 que provocaria algum efeito ou vazamento. O material encontrado não é césio e nem se assemelha ao elemento químico. O material é apenas uma estrutura inutilizavel, que já foi retirado do ambiente hospitalar.

A instituição tem total cuidado com a manutenção do bem-estar dos pacientes, trabalhadores e a comunidade que reside nas mediações. É essencial ter responsabilidade com o meio hospitalar, e a atual gestão da Fundação Hospital Estadual do Acre dispõe do cuidado de todos.

João Paulo Silva
Presidente da Fundação Hospital Estadual do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.