22.3 C
Rio Branco
25 setembro 2021 4:53 am

Ex-atacante do Bayern e da seleção alemã, Gerd Müller morre aos 75 anos

Maior artilheiro da história da Bundesliga sofria de Alzheimer. Campeão do mundo em 1974 e europeu em 1972, "Der Bomber" também é um dos maiores goleadores da história das Copas

POR GE

Última atualização em 15/08/2021 11:21

Faleceu neste domingo o ex-atacante Gerd Müller, ídolo do Bayern de Munique e da seleção da Alemanha. A informação foi divulgado pelo clube bávaro pela manhã. Apelidado de “Der Bomber” (O bombardeiro), Müller tinha 75 anos e sofria de Alzheimer.

— Hoje é um dia triste e sombrio para o Bayern e todos os seus fãs. Gerd Müller foi o maior atacante de todos os tempos e uma grande personalidade do futebol mundial. Estamos unidos em triste profunda, junto de sua esposa Uschi e sua família — declarou o presidente do clube, Herbert Hainer, em comunicado oficial.

Gerd Müller é um dos maiores artilheiros da história da Copa do Mundo, com 14 gols, marcados nas edições e 1970 e 1974. Foi o principal goleador do torneio até 2006, quando foi ultrapassado por Ronaldo Fenômeno, com 15. Em 2014, Miroslav Klose chegou a 16.

Müller anotou 68 em 62 jogos pela seleção alemã, ao longo de oito anos defendendo a Nationalmannschaft (1966-1974). Foi campeão da Eurocopa de 1972 e da Copa do Mundo dois anos depois. Inclusive anotou um dos gols na final, na vitória por 2 a 1 sobre a Holanda.

Pelo Bayern de Munique foram 566 gols em 607 partidas oficiais. Ele é até hoje o maior artilheiro da história da Bundesliga, com 365 gols, sendo o máximo goleador do campeonato nacional em sete oportunidades. Conquistou a liga em 1968/69, 1971/72, 1972/73, e 1973/74. Foi tricampeão europeu, entre 1974 e 1976, e venceu o Mundial disputado contra o Cruzeiro.

O alemão faz parte de um seleto grupo de sete jogadores que conseguiram passar dos 700 gols na carreira, em jogos oficiais. Além dele, estão Romário, Messi, Pelé, Cristiano Ronaldo, Puskás e Josef Bican.

Sua marca de 40 gols em uma única edição da Bundesliga, de 1971/72, durou 49 anos e só foi superada na temporada passada, pelo polonês Robert Lewandowski, o artilheiro atual do Bayern.

Leia mais em Ge, clicando AQUI.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.