23.3 C
Rio Branco
16 setembro 2021 8:11 am

Gehlen defende Gladson e dispara a Edvaldo: “Potoqueiro foi o Tião, que fez concurso e não convocou ninguém”

Apesar da defesa, Gehlen pediu que o governador cumpra sua palavra, mas pediu paciência aos deputados, à população e aos aprovados

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 03/08/2021 11:52

O deputado Gehlen Diniz (PP) reforçou o debate sobre a postura do governador Gladson Cameli, do mesmo partido. No entanto, diferente dos colegas, Diniz afirma que o Estado está fazendo o que é possível por esses jovens, mas que está fazendo tudo dentro da legalidade.

VEJA TAMBÉM: Edvaldo critica postura de Gladson sobre cadastro de reserva da PM: “Potoqueiro!”

“Se pudesse contratar essa pessoas hoje, tenho certeza que teria feito, dado uma caneta e enviado para a academia, os deputados aplaudindo, as famílias felizes”, justificou.

Gehlen rebateu a fala do colega de Parlamento Edvaldo Magalhães (PCdoB) que afirmou que Gladson destruiu os sonhos dos jovens ao prometer convocação e não cumprir e usou  termo ‘potoqueiro’, que significa mentiroso. “Potoqueiro é o Tião Viana! Quem iludiu foi ele, que fez o concurso, plantou no coração, e não contratou porque não tinha dinheiro; terminou a gestão sem conseguir pagar salário e décimo terceiro. Gladson vai convocar mais pessoas, mais jovens, mas respeitando a Lei de Responsabilidade”, defendeu.

Apesar da defesa, Gehlen também pediu que o governador cumpra sua palavra, mas pediu paciência aos deputados, à população e especialmente aos aprovados no cadastro de reserva que aguardam a convocação.

“Até o fim do ano, essas vagas vão surgir”, finalizou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.