30.3 C
Rio Branco
14 outubro 2021 10:48 am

Bocalom sanciona lei que permite redução da tarifa de ônibus e prepara novo decreto

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 14/10/2021 10:48

Depois que a Câmara Municipal de Rio Branco aprovou a lei complementar que dispõe sobre autorização para abertura de crédito adicional especial de R$ 2,4 milhões em favor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), no intuito de baixar o valor da passagem de ônibus, o prefeito Tião Bocalom fez a sanção dela na edição desta quinta-feira (14).

A proposta do executivo é fixar a tarifa em R$ 3,50. O valor cobrado até esta quinta-feira é R$ 4.

O recurso que a Câmara aprovou será um repasse antecipado às empresas, para que elas paguem o atrasado relacionado a décimo terceiro e férias do funcionários. A prefeitura pediu como garantia a diminuição no valor da tarifa. Os R$ 50 centavos a mais pago pelo consumidor é o que garante a gratuidade de alguns usuários como idosos e pessoas com deficiência.

“Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir o credito adicional especial no montante de R$ 2.460,514, 00 (dois milhões, quatrocentos e sessenta mil, quinhentos e quatorze reais) ao orçamento vigente, para efetivação de subsídio ao pagamento do rol das gratuidades elencados”, diz um trecho do decreto.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação do executivo municipal para saber a partir de quando o contribuinte irá pagar o novo valor. O jornalista Ailton Oliveira explicou que o prefeito deve publicar um novo decreto nesta sexta-feira (15) ou na segunda-feira (18) autorizando a mudança.

O prefeito Tião Bocalom prometeu, durante a última coletiva que deu sobre o assunto, baixar ainda mais o preço da passagem, fixando em R$ 3 até o fim deste ano de 2021.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.