30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 2:43 pm

Jovem de 18 anos morre afogado no rio Acre, em Brasileia

Embriagado e sem medo do perigo, rapaz teria escorregado e caído num poço fundo e não voltou à tona

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 18/10/2021 12:18

Sob o efeito de bebidas alcoólicas e com apenas 18 anos de idade, quando muitos jovens se julgam quase imortais, o trabalhador rural Wendelon Santos da Silva morreu afogado em Brasiléia, no rio Acre, na tarde do último domingo (17). Ele se afogou na altura da chamada “Praia do Urubu”, que fica na frente da cidade de Brasiléia na divisa com a cidade boliviana de Cobija.

A ironia é que, até o último sábado, quando choveu na região, a travessia pelo local podia ser feita por banhistas cruzando o rio literalmente a pé, com a água baixo da cintura. No domingo, com o rio tomando água a partir da chuva de sábado e o jovem, acompanhado de colegas, não deu atenção ao perigo e aos riscos e acabou se afogando. Equipes do Corpo de Bombeiros do 5º Batalhão do Alto Acre localizaram o corpo, já sem vida.

Wendelon Santos da Silva morava na zona rural, na localidade do km 21 de BR 317, na chamada Estrada do Pacífico

Wendelon Santos da Silva morava na zona rural, na localidade do km 21 de BR 317, na chamada Estrada do Pacífico, e estava na cidade no fim de semana, para se divertir, na companhia de amigos. “Eles passaram a tarde bebendo próximo ao trevo da Avenida Marinho Montes”, disse uma testemunha ouvida pela polícia. “Foi então que teriam resolvido ir tomar banho no rio Acre”, acrescentou a testemunha.

No local citado, há um grande barranco chamado de ‘salão’ na curva e desceram para irem à praia do outro lado. Em dado momento, teria escorregado e caiu dentro do rio. Os colegas ainda teriam tentado salvar o jovem, mas ele teria afundado rapidamente e não mais voltou à tona Os amigos ligaram para o Corpo de Bombeiro e pediram ajuda para fazer buscas no local.

O corpo, já em estado de decomposição, foi entregue à família para sepultamento nesta segunda-feira. A família, moradora da zona rural na estrada de Assis Brasil, estava em estado de choque.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!