27.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 7:42 pm

O que é e para que serve a bolsa de estomia usada por Luciano Szafir

Ator e apresentador usa aparelho médico desde que sofreu complicações após reinfecção pelo coronavírus. Pessoas com estomias são consideradas por lei pessoas com deficiência.

POR G1

Última atualização em 19/11/2021 14:31

O ator e apresentador Luciano Szafir desfilou na SPFW, na quinta-feira (18), e chamou a atenção ao aparecer sem camisa e com uma bolsa de estomia. Ele faz uso do aparelho médico desde que que sofreu complicações após reinfecção pelo coronavírus. (entenda o caso abaixo)

Segundo a Associação Brasileira de Estomaterapia, estomia é uma palavra de origem grega que significa “abertura”, “boca” e “orifício”. Na área da saúde o termo se refere a uma abertura feita em um órgão interno para o meio externo. Essas aberturas são realizadas por meio de cirurgia no sistema digestório, na via urinária ou na via respiratória.

Existem vários tipos de estomias, como gastrostomia (estômago), nefrostomia (rim), ureterostomia (ureter), vesicostomia (bexiga), entre outros. O tipo mais conhecido talvez seja a traqueostomia, feita na traqueia. A realizada por Szafir foi a colostomia – quando a estomia é feita no cólon.

As funções das estomias variam de acordo com o tipo de órgão ou víscera exposta, podendo ser para:

  • Eliminação (intestinais e urinárias);
  • Respiração (traqueostomia);
  • Alimentação (gastrostomia)

Além disso, as estomias “podem ser temporárias (após um tempo pré-determinado serão fechadas por meio de nova intervenção cirúrgica) ou definitivas e a pessoa conviverá com ela durante sua vida”, informa a Associação Brasileira de Estomaterapia.

No Brasil, pessoas com estomias são consideradas pessoas com deficiência por lei (Lei 13.146 / 2015).

O dia 2 de outubro é conhecido no mundo como o Dia Mundial da Pessoa com Estomia.

Complicações da Covid

Em julho, Szafir ficou mais de um mês internado para tratar as complicações da Covid. Durante o tratamento, o ator teve um sangramento espontâneo no abdômen por causa de uma perfuração da alça intestinal, ocorrida por complicações da terapia anticoagulante, usada para tratar pacientes graves de coronavírus.

O ator teve, então, que passar por uma cirurgia para retirar alça intestinal, limpar toda a cavidade abdominal e colocar a bolsa de estomia no cólon.

‘Conscientizar as pessoas’

Após o desfilar na SPFW, Szafir usou as redes sociais para afirmar que o desfile com a bolsa de estomia teve o objetivo de “conscientizar as pessoas sobre a importância do uso” do aparelho.

“Hoje é um dia muito feliz para mim! Desfilar na SPFW e conscientizar as pessoas sobre a importância do uso de uma bolsa de estomia foram as minhas metas realizadas no dia. Há muito tempo que eu já planejava isso e esta surpresa no desfile foi pensada em todos os detalhes”, afirmou.

“Eu só posso agradecer ao Walério Araújo, estilista que aderiu à causa e que, com elegância, criatividade e bom humor, fez isso acontecer.”

“A mensagem que eu quero passar a todos é que a estomia não define ninguém! Sejamos felizes como somos, vamos aceitar os outros como são e agradecer às oportunidades que a vida nos traz.”

Outro caso de colostomia que ficou conhecido recentemente foi o ocorrido com o presidente Jair Bolsonaro em setembro de 2018, quando foi operado após receber uma facada na barriga durante campanha eleitoral. Bolsonaro fez uma segunda cirurgia em janeiro de 2019 para retirar a bolsa de colostomia e religar as partes do intestino grosso que estavam separadas pela bolsa.

Quatro meses após receber alta, Luciano Szafir desfila com bolsa de estomia na SPFW — Foto: Carla Carniel/Reuters

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.