23.3 C
Rio Branco
20 maio 2022 11:17 am

Concurso INSS: aliados do governo questionam corte no orçamento

Com a necessidade um novo concurso, INSS passa por mais um corte no orçamento deste ano, somando quase R$1 bilhão a menos

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 27/01/2022 09:10

O novo concurso INSS 2022 é uma necessidade para o Instituto Nacional de Seguro Social. No entanto, o governo parece não compreender a urgência. Na última segunda-feira, 24, o presidente Jair Bolsonaro sancionou o Orçamento de 2022, cortando R$1 bilhão do Ministério do Trabalho.

A pasta que é responsável pelo INSS foi uma das mais atingidas pelos vetos do presidente, com um corte de R$1,005 bilhão do total de R$3,184 bilhões previstos no Orçamento aprovado pelo Congresso.

Segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), desde 2016 o INSS tem ampliado seus problemas estruturais, com insuficiência crescente de servidores, restrição do atendimento à população e precarização da carreira.

“Sem concurso público há vários anos e falta de investimentos na estrutura das agências, não será resolvida a fila virtual de benefícios, que já ultrapassa a marca de 1,8 milhão de requerimentos represados. Milhares de trabalhadores e trabalhadoras aguardam por prazos que superam mais de 12 meses para terem seus benefícios previdenciários concedidos”, relata a entidade.

Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), são necessários investimentos em estrutura e pessoal, mas foram exatamente esses os pontos vetados no Orçamento.

Segundo a Federação, atualmente a autarquia tem cerca de 19 mil funcionários em 1.713 agências pelo Brasil, sendo necessária a contratação de mais 20 mil servidores por meio de um concurso INSS.

Conforme bastidores de Brasília, até aliados do governo Bolsonaro criticaram o corte no orçamento do INSS. A promessa de analisar o caso foi feita pelo governo ao relator-geral da Orçamento, deputado Hugo Leal, que buscou conversar com assessores presidenciais depois dos vetos do presidente.

Ao que tudo indica, é possível que o corte feito pelo presidente seja derrubado pelo Congresso Nacional.

INSS pode perder 3.796 servidores em 2022

A autorização do concurso INSS 2022 se mostra cada vez mais urgente. A autarquia chegou aos últimos meses de 2021 com 3.796 servidores em abono de permanência.

Desta forma, mais de 3 mil profissionais podem deixar o Instituto Nacional de Seguro Social somente este ano.

O abono é um incentivo financeiro dado ao servidor público estatutário que deseja continuar trabalhando, escolhendo não se aposentar mesmo com os requisitos para isso.

No entanto, como esses servidores já têm condições para a aposentadoria, eles podem deixar a autarquia ao longo dos próximos meses. O número de abonos também mostra como o quadro do INSS precisa ser renovado.

Para isso, no entanto, o Ministério da Economia precisa autorizar o próximo edital. Em novembro, o presidente Jair Bolsonaro deu esperanças para isso, revelando a possibilidade de novos editais federais este ano.

“Concurso público (vamos autorizar) apenas o essencial, como fizemos com a PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal)”, disse o presidente.

Concurso INSS tem previsão de 7 mil vagas

No momento, o pedido de concurso INSS está em análise no Ministério da Economia. Ao todo, foram solicitadas 7.575 vagas em todo o país, sendo elas para os seguintes cargos e áreas:

técnico do seguro social – nível médio – R$5.447,78

  • áreas: Análise Reconhecimento de Direito RGPS (2.938 vagas), Combate à Fraude (734), Serviço de Apoio ao Reconhecimento de Direito (216), Serviço de Atendimento de Demandas Judiciais (40), Serviço de Cobrança Administrativa (34), Análise Reconhecimento de Direito RPPS (46) e Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (1.996).

analista do seguro social – nível superior – R$8.357,07

  • áreas: Serviço Social (463 vagas), Reabilitação Profissional (702) e Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (406).

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Nacional de Seguro Social
  • Cargos: técnico e analista do seguro social
  • Vagas: 7.575 solicitadas
  • Requisitos: níveis médio e superior
  • Remuneração: R$5.447,78 e R$8.357,07
  • Status: aguardando aval do Ministério da Economia

Saiba como foi o último concurso INSS

Para quem já deseja iniciar a preparação, o último edital pode ser usado como base. Realizado em 2015, o concurso do INSS contou com 950 vagas para técnicos e analistas.

A seleção teve a organização do Cebraspe. Os candidatos ao cargo de técnico foram submetidos a uma prova objetiva, contendo 120 questões sobre:

  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática; e
  • Conhecimentos Específicos.

Já os analistas tiveram disciplinas de Português, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.916 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.