31.3 C
Rio Branco
14 maio 2022 4:49 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Blog do Ton: Prestes a sentar na cadeira de senador, Eduardo Velloso revela expectativas, bandeiras e como chegou ao posto

O Blog do Ton é assinado pelo jornalista Ton Lindoso, editor-chefe do ContilNet, e traz os bastidores da política acreana, comunicação e sociedade

POR TON LINDOSO, DO CONTILNET

Última atualização em 28/04/2022 19:49

Última atualização em 25/04/2022 09:11

No final de maio – ou até, mais tardar, começo de junho, de acordo com informações do senador Marcio Bittar – o Acre ganha um novo senador. O suplente Eduardo Velloso, médico oftalmologista, assume a cadeira por 120 dias. A informação foi dada em primeira mão aqui, há tempos atrás, e confirmada pela imprensa na última semana. Os detalhes da passada de bastão ainda estão vindo à tona.

Ao Blog, um feliz Velloso afirmou que tem pelo menos dois grandes sonhos a realizar nesses 120 dias: lutar por mais saúde e igualdade social. Esses são os temas de dois dos projetos que deve discutir à tribuna.

“O primeiro projeto que pretendo discutir é sobre a oftalmologia [área da medicina com o intuito de diagnosticar, investigando e cuidando de doenças oculares]: precisamos leva-la para a saúde pública. Atendendo pacientes sob essa especialidade, posso garantir que são muitas as pessoas – sobretudo de baixa renda – que seriam beneficiadas. A nível Brasil, esse número pode chegar aos milhões”. Velloso assume em meados de maio/junho, mas conta que, desde já, trata das discussões desse projeto: já procurou o conselho da área e nutre boas conversas.

Para diminuir a desigualdade social, o médico afirma que pensa em um segundo projeto: ele quer maiores reajustes para servidores que ganham menos – e, com isso, diminuir a diferença entre os salários. “É salutar diminuirmos a desigualdade, mas tenho certeza que não faremos isso do dia para a noite. Mas quero deixar minha contribuição. Eu tenho certeza que, diminuindo a diferença, que é alarmante, dos salários das categorias brasileiras, teremos maior circulação de capital e categorias mais valorizadas”.

Sobre a possibilidade de assumir o Senado, conta que a ideia partiu de Bittar. “Eu sempre acompanhei o mandato de perto e me envolvi. Deixei minha contribuição ajudando na indicação de emendas, sobretudo, para a área da Saúde. Acredito que esse convite veio a partir daí: do reconhecimento do senador por esse trabalho e essa preocupação de estar próximo. Fiquei feliz e vou me esforçar para honrar esses 120 dias”.

Federal

Ao Blog, Velloso adianta, ainda, que a candidatura à Câmara Federal continua posta. Os planos não mudam. Vai às ruas em busca da preferência do eleitorado acreano pelo União Brasil.

P*taria

“Ele tá é de p*taria”. Do deputado estadual Daniel Zen (PT) sobre Gladson por notícia de que a Polícia Militar ganhou um Camaro. O deputado questionou a utilidade do veículo. “Quando penso que nada mais, vindo do governador me surpreenderá, eis que o ele surge com um Camaro, doado pelo TJ/AC, fruto de uma apreensão, caracterizado como viatura policial”.

Quais ações?

Ele completa: “A informação é de que não será utilizado no policiamento, mas sim, em ações destinadas a aproximar a polícia da comunidade. Fico aqui pensando: quais ações seriam essas? Estacionar o carro em pontos turísticos, para as crianças tirarem fotos?”.

Mirla Miranda

A jornalista Mirla Miranda respondeu o comentário: “Qual sua dica, nobre deputado, para o uso do Camaro?”. Ele respondeu: “Mirla, com todo o respeito: leiloar o veículo e investir o recurso arrecadado em atividades policiais operacionais surtiria mais efeito do que transformar ele em um (sic) bibelô-bumblebee para fotogafias”.

Não pode

Mirla: “Deputado, mantendo o respeito. O senhor poderia verificar junto ao TJ como é feita a doação e quais os critérios e informar a sociedade e não desinformar. É contraproducente o que faz. O veículo não pode ser leiloado. A PM é fiel depositária”. O deputado, ao final, sugeriu que o TJ/AC fizesse o leilão.

Fiquei sem entender

Desse bate-papo, só fiquei sem entender quando o deputado disse que o veículo, sendo utilizado dessa forma, é um é “um desperdício de recursos públicos”. O Camaro não foi comprado com verba do Governo. Foi doado. Talvez o deputado se referisse a uma virtual aplicação do dinheiro proveniente de leilão. Vou ficar na curiosidade, porque o bate-papo acabou nesse ponto.

Valter José

Dezenas de milhares se reuniram para despedida do líder religioso Valter José, da Assembleia de Deus – Madureira. O evento contou com diversas autoridades, políticas inclusive.

Pé de ouvido

Quem estava no local, não pôde deixar de notar uma conversinha de pé de ouvido entre os senadores Petecão (PSD-AC) e Marcio Bittar (UB-AC). Conversa inaudível.

Pé de ouvido²

O mesmo Petecão também protagonizou uma discreta aparição com o govenador, com direito a sorrisos e abraços. Petecão ganhou um coração do galanteador Gladson. Recebeu sorrindo. Se alguém foi para aquele evento para presenciar algum clima de animosidade, voltou para casa decepcionado. Ou sonhando com uma reconciliação.

Dino cristão

Quem acompanhou o ContilNet no fim de semana, pôde ver a reportagem do Dino, pré-candidato à Aleac por um partido cristão. Fiquei imaginando como seria um dinossauro cristão. Brincadeiras à parte, quem está por trás da fantasia é autointitulado sério. A reportagem completa está no site.

Flávio Bolsonaro

Com agenda no Acre nesta terça-feira (26), a vinda do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) pode dar uma mexida no tabuleiro local. Aguardemos.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.