29.3 C
Rio Branco
1 julho 2022 10:38 am

Homem que assassinou irmã grávida com tiro na cabeça já matou outras 2 pessoas; a primeira quando era menor de idade

O suspeito cometeu um homicídio quando ainda era menor de idade e voltou a cometer o crime posteriormente

POR G1

Última atualização em 27/05/2022 16:32

O suspeito de matar a irmã com um tiro na cabeça, em Caarapó (MS), possui uma extensa ficha criminal anterior ao crime ocorrido na segunda-feira (23). Quando ainda era menor de idade, o homem, que atualmente tem 27 anos, matou uma pessoa. Ele está preso no presídio de Caarapó.

Em 2012, com 17 anos, o suspeito respondeu por ato infracional após matar uma pessoa em Amambaí (MS), cidade onde nasceu. Três anos depois, aos 20 anos, ele voltou a cometer o mesmo crime, em Campo Grande.

O homem também já respondeu por outros crimes contra a vida, como tentativa de homicídio, quando desferiu múltiplas facadas contra outro indivíduo. Além disso, ele também já foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

Uma ex-parceira do suspeito já buscou medidas protetivas de urgência contra ele, em 2019.

Na quarta-feira (25), o homem teve a prisão preventiva decretada, após a polícia concluir que ele matou a irmã com um tiro na cabeça, na segunda-feira (23). No dia em que ele foi preso, a vítima completaria 29 anos.

Segundo o delegado que acompanha o caso, Silvio Ramos Pereira, ele foi encaminhado para o presídio de Caarapó.

Entenda o caso

Angel Luama Pinto de Oliveira, 28 anos, foi morta na madrugada de segunda-feira (23), em Caarapó (MS). Conforme a polícia, ela foi atingida com um tiro na cabeça, chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas veio a óbito no hospital.

Conforme uma familiar da vítima, ela estava grávida de cinco meses e o bebê também morreu. “Tentaram salvar a criança, mas não teve jeito. Morreu também”, lamentou uma familiar da vítima.

De acordo com o registro policial, a vítima foi atingida por disparo de arma de fogo na cabeça, por volta de zero hora. Ela foi levada até o Hospital São Mateus pelo Corpo de Bombeiros, porém não resistiu aos ferimentos e morreu momentos depois.

Na quarta-feira (25), a Polícia Civil confirmou a prisão do irmão dela, suspeito de ter cometido o crime.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.096 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.