24.3 C
Rio Branco
9 agosto 2022 8:00 am

Na Expoacre, Estado debate fortalecimento das relações comerciais e turísticas com o governo de Puno

POR SECOM

Última atualização em 31/07/2022 10:34

Com a proposta de estreitar as relações entre Brasil e Peru, os governadores do Acre, Gladson Cameli, e de Puno, German Alejo Apaza, estiveram reunidos, na noite deste sábado, 30, para tratar sobre o fortalecimento do comércio, do turismo e outras questões em comum entre os dois países.

O encontro faz parte da agenda institucional dos dois gestores na Expoacre 2022. Grande defensor do intercâmbio bilateral, Cameli falou sobre o enorme potencial econômico do estado, bem como do corredor logístico com o continente asiático.

“O Acre tem as melhores carnes bovinas e suínas do país, que estão certificadas para importação internacional, assim como o Peru possui excelentes produtos a nos oferecer. Isso sem contar toda a infraestrutura de estradas e portos, pronta para alcançarmos os países da Ásia”, argumentou.

Na Expoacre, Estado debate fortalecimento das relações comerciais e turísticas com o governo de Puno

Pouco mais de 1,1 mil quilômetros separam Rio Branco e Puno. Localizada às margens do Titicaca, o lago navegável mais alto do mundo, a cidade peruana recebe intenso fluxo de turistas. Além disso, a região se destaca pela produção de artesanatos, morangos e de queijos de excelente qualidade.

“Há o interesse nosso em montar uma loja com a marca Puno aqui em Rio Branco. Com isso, vamos divulgar tudo aquilo que temos de melhor para oferecer aos brasileiros”, comentou o governador peruano.

A diretora do escritório da PromPeru no Brasil, Milagros Ochoa, também participou do encontro. Para ela, os laços entre os dois países precisam ser ampliados. “Juntos, podemos fazer mais negócios e unir, ainda mais, a irmandade entre Brasil e Peru em uma grande integração entre os povos”, enfatizou.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.