21 de fevereiro de 2024

Homem que matou adolescente dentro de ônibus, a caminho da escola, vai a júri popular

Conforme a denúncia do Ministério Público, o crime foi motivado por vingança

Acusado de homicídio, Natanael Silva Oliveira, 28 anos, vai enfrentar o Tribunal do Júri para responder pelo crime ocorrido em 12 de julho. Ele é acusado de matar o adolescente Adriano Barros Cataiana, de 15 anos, dentro de um ônibus.

SAIBA MAIS:VÍDEO: Estudante é assassinado dentro de ônibus, e mãe chora abraçada ao corpo 

O juiz Alesson José Santos Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco e Auditoria Militar, proferiu a sentença de pronúncia, colocando o acusado no banco dos réus.

Natanel e a vítima de 15 anos/Foto: Reprodução

O incidente ocorreu através de um tiro de arma de fogo na região da cabeça enquanto a vítima se dirigia à escola em um ônibus, no bairro Tancredo Neves, em Rio Branco. O disparo provocou uma lesão fatal que resultou na morte de Adriano.

Conforme a denúncia do Ministério Público, o crime foi motivado por vingança, sendo o gatilho o término do relacionamento com a progenitora da vítima. O MP solicitou a pronúncia do acusado para que seja submetido ao julgamento do Tribunal do Júri, ao passo que a defesa requereu a exclusão da qualificadora do motivo torpe.

Segundo os registros processuais, o acusado manteve um relacionamento com a mãe da vítima por sete meses e, após o término, passou a ameaçá-la, chegando até mesmo a tentar matá-la, em uma das ocasiões. O filho teria intercedido em uma das agressões para defender a mãe.

Em seu depoimento, a mãe relatou que Natanael enviava mensagens ameaçadoras, indicando que “iria mexer com o que mais doía nela”, disse a mãe da vítima.


Matéria escrita sob supervisão do editor-chefe do site, Everton Damasceno.

PUBLICIDADE