21 de fevereiro de 2024

Pai é preso por agredir as filhas após elas se relacionarem sexualmente com vizinhos

Testemunhas relataram que ele batia nas meninas frequentemente

A Polícia Civil prendeu no último final de semana, um pai que teria agredido suas duas filhas, de 11 e 13 anos, após elas terem relações sexuais com dois vizinhos, da mesma idade. O caso aconteceu na comunidade Acuriá, região de mata isolada, que fica distante a três horas de Marechal Thaumaturgo.

O pai foi preso por agredir as filhas/ Foto: Reprodução

A princípio, uma denúncia feita ao Conselho Tutelar dava conta de que as meninas teriam sido estupradas pelo pai. Ao chegar à residência, a polícia constatou que as duas possuíam marcas de agressão.

No entanto, ao realizarem o exame de corpo de delido, foi identificado que elas já teriam tido relações há algum tempo. Ao serem interrogadas, as duas meninas negaram que foram estupradas pelo pai, mas afirmaram que tiveram relação sexuais com dois vizinhos, um de 11 e outro de 13 anos.

As marcas de agressões teriam sido causadas pelo pai, após ele ter descoberto que as filhas estavam mantendo relações sexuais com os vizinhos. A surra teria sido uma forma de punição. Testemunhas relataram que ele batia nas meninas frequentemente.

O pai foi preso por violência doméstica devido às agressões que cometeu contra as duas filhas.

Com informações Juruá Online.

PUBLICIDADE