26 de maio de 2024

PC Siqueira tirou a vida na frente de ex-namorada, diz polícia

Ex-namorada estava no apartamento de PC Siqueira no momento em que youtuber tirou a própria vida; ela prestou depoimento para polícia

Foto colorida de PC Siqueira - Metrópoles

Reprodução/Instagram

O youtuber PC Siqueira, de 37 anos, cometeu suicídio na frente da sua ex-namorada, no apartamento onde ele morava, na zona sul da capital paulista. A informação foi confirmada ao Metrópoles pela Polícia Civil.

O corpo de Paulo Cezar Goulart Siqueira, mais conhecido como PC Siqueira, foi encontrado, já sem vida, por volta das 17h50 desta quarta-feira (27/12). O local passou por perícia e o caso é investigado pelo 11º Distrito Policial (Santo Amaro).

Ao Metrópoles, familiares de PC Siqueira afirmaram que ele fazia tratamento para depressão e havia terminado um relacionamento de mais de um ano. Na noite da véspera, a sua ex-namorada teria ido ao apartamento para os dois conversarem.

Segundo os parentes, o casal teria consumido drogas. Ao perceber a tentativa de suicídio, a mulher teria procurado ajuda de uma vizinha que chamou a polícia.

Ex prestou depoimento

Os policiais encontraram o apartamento bagunçado e com muita sujeira. PC Siqueira não deixou carta ou qualquer mensagem de despedida.

Testemunha da ocorrência, a ex-namorada prestou depoimento e relatou o que aconteceu. À noite, ela também voltou ao apartamento na companhia de de um amigo e de policiais, além de um primo e de uma tia de PC Siqueira.

Ela deixou o local por volta das 23h30, carregando algumas caixas com pertences, e não quis falar com a imprensa.

Em março deste ano, o youtuber havia sido encontrado desacordado em seu apartamento e foi socorrido por bombeiros. Na ocasião, ele agradeceu aos fãs pelo apoio e disse que estava se recuperando de uma tentativa de suicídio.

Busque ajuda

Metrópoles tem a política de publicar informações sobre casos ou tentativas de suicídio que ocorrem em locais públicos ou causam mobilização social, porque esse é um tema debatido com muito cuidado pelas pessoas em geral.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o assunto não venha a público com frequência, para o ato não ser estimulado. O silêncio, porém, camufla outro problema: a falta de conhecimento sobre o que, de fato, leva essas pessoas a se matarem.

Está passando por um período difícil? O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode ajudar você. A organização atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone (188), e-mail, chat e Skype, 24 horas, todos os dias.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost