Menina de 13 anos quase fica cega por dica de beleza que viu no TikTok

A jovem Amelia Gregory queria deixar a pele brilhando, mas acabou no hospital e quase perdeu a visão ao seguir dica de influenciadora adolescente na rede social

No ano passado, Amelia Gregory, uma menina de 13 anos de Cheshire, na Inglaterra, deparou-se com um vídeo de uma influenciadora também adolescente, que dava dicas de beleza no TikTok. No clipe, a garota ensinava alguns truques de cuidado com a pele, que Amelia resolveu seguir. O que ela não imaginava é que isso quase resultaria na perda de sua visão.

Amelia seguiu dica de tiktoker de cuidados com a pele e quase ficou cega — Foto: Reprodução/ Daily Mail

Amelia seguiu dica de tiktoker de cuidados com a pele e quase ficou cega — Foto: Reprodução/ Daily Mail

A influenciadora mostrava como usar alguns produtos para deixar a pele brilhando e que ajudariam a retardar o envelhecimento – vale ressaltar que ela tem apenas 13 anos! Porém, alguns dos produtos recomendados continham uma substância chamada retinol na composição. O retinol é uma forma de vitamina A, usado frequentemente em cosméticos que prometem a redução das rugas. Embora o ingrediente aumente a produção de células da pele, quando usado em excesso, sobretudo em peles mais jovens e sensíveis, pode causar queimação, vermelhidão e descamação.

“Amelia desceu correndo as escadas com o rosto vermelho e gritando de dor”, lembra Claire, 41, mãe da adolescente, que é médica de saúde feminina, em entrevista ao tabloide britânico Daily Mail. “A pele do rosto dela estava descascando e ela tinha manchas vermelhas. Perguntei, em pânico, o que ela tinha feito e ela soluçou: ‘Um vídeo de cuidados com a pele’”, conta.

Em meio às lágrimas, Amelia explicou que seguiu as instruções de skincare de uma jovem influenciadora. No vídeo, a pessoa ensinava os seguidores a fazer uma ‘máscara’ usando um creme de retinol, outro produto de retinol e um produto com um ácido fraco, frequentemente usado por mulheres mais velhas para iluminar e esfoliar a pele. “O rosto dela estava todo vermelho”, diz Claire. “O que quer que ela tenha colocado, queimou tanto a pele dela que ela ficou com vergões. Fiquei atordoada”, explica a mãe, que levou a filha ao médico.

O especialista, a princípio, disse que o problema se resolveria rapidamente, mas, com o passar dos dias, a pele de Amelia foi ficando mais dolorida e o olho esquerdo dela ficou vermelho e inchado. A mãe a levou à farmácia, para buscar uma indicação de algo que pudesse aliviar o problema, mas foi orientada a correr com a filha para o pronto-socorro.

No hospital, a adolescente foi internada imediatamente porque, em questão de dias, tinha desenvolvido uma infecção bacteriana nos tecidos sob a pele – uma condição conhecida como celulite facial. Essa infecção chegou ao olho dela. “Aquela pele escamosa e aberta infeccionou e essa infecção se espalhou para o olho esquerdo. A certa altura, parecia que se espalharia para o direito também”, relata Claire. “Os médicos me disseram que a infecção poderia fazer com que ela perdesse a visão. Fiquei apavorada e não conseguia acreditar – tudo isso por causa dos cuidados com a pele”, desabafa a mãe, inconformada. Mais tarde naquele dia, mal conseguindo abrir os olhos ou piscar, Amelia recebeu soro intravenoso.

Os riscos para a pele

Os especialistas relatam um aumento preocupante de casos semelhantes, à medida que os jovens assistem cada vez mais a tutoriais sobre tudo na internet, desde esfoliação e peelings até hidratantes e máscaras caseiras – alguns deles ensinados por crianças a partir de 10 anos. Esses jovens, alvos dos vídeos, representam um mercado em expansão para produtos de cuidados com a pele e de beleza e, ao crescerem no mundo dos meios digitais, tornam-se seguidores ávidos de influenciadores de beleza. Penelope Disick, 11, e North West, 10 – ambos membros da família Kardashian, que moram nos EUA – têm milhões de seguidores por causa dos vídeos de beleza e skincare que costumam postar no TikTok. Os gêmeos Haven e Koti, de apenas 7 anos anos, de Oklahoma, nos Estados Unidos, têm 4,8 milhões de seguidores no TikTok. No perfil, eles compartilham vídeos do tipo “arrume-se com a gente”, ao lado de imagens de produtos de cuidados com a pele que compram.

O dermatologista Derrick Phillips, consultor e porta-voz da British Skin Foundation, expressou preocupação com a tendência crescente, em entrevista ao Daily Mail. “Os influenciadores compartilham dicas e recomendações de produtos, quando podem não ter todas as informações. Além disso, o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra”, ressalta.

Misturar produtos para a pele como retinol, peelings e ácidos – como fez Amelia – é especialmente arriscado, de acordo com o especialista. “Tanto os ácidos quanto o retinol esfoliam ou descascam as camadas superiores da pele”, diz Phillips. “Quando combinados, esses produtos podem causar queimadura química – o que resulta em pele seca, vermelha ou com pigmentação escura, irritada e sensível. Usar ingredientes potentes sem compreender suas interações e concentrações também pode exacerbar problemas de pele existentes ou criar novos problemas”, alerta.

O dermatologista explica, ainda, que os jovens não devem usar retinol porque é muito poderoso, sobretudo para uma pele em desenvolvimento. Mesmo os adultos precisam usá-lo com cuidado, depois de um teste de contato para ver se causa reação e começando com uma concentração baixa. O especialista afirma que os únicos casos em que o retinol pode ser recomendado para adolescentes é em alguns tipos de tratamento de acne, mas sempre com prescrição médica e supervisão.

Trends das redes sociais

Outras tendências preocupantes nas redes sociais incluem a aplicação irregular de protetor solar para “criar um efeito de contorno” – onde as áreas sem protetor solar ficam vermelhas ou bronzeadas, criando o “contorno”, que faria o rosto parecer mais magro. “Mas isto coloca a pele em risco dos efeitos nocivos dos raios UV, incluindo danos que podem levar ao cancro da pele”, diz o médico..

Amelia tinha 11 anos quando começou a assistir vídeos sobre skincare no TikTok. “Achei que era normal, já que todas as amigas dela seguiam vídeos de cuidados com a pele, feitos por outras adolescentes e meninas – skincare é algo que está muito na moda entre Amelia e suas amigas”, diz a mãe da menina. Porém, em pouco tempo, a garota estava seguindo um número cada vez maior de influenciadores, incluindo a que postou sobre o uso de retinol – recomendação que fez com que ela fosse parar no hospital e precisasse ficar internada durante quatro dias.

Claire percebeu que estava enganada ao pensar que a venda de produtos como retinol só era liberada para maiores de 18 anos. Essa regra, na verdade, não existe e a menina comprou com facilidade os produtos, que experimentou na loja. “Algumas semanas depois de sair do hospital, consultamos um dermatologista que olhou ao microscópio e disse que, embora a pele de Amelia tivesse cicatrizado superficialmente, demoraria muito para que as camadas mais profundas cicatrizassem. Danos irreparáveis foram causados ​​e ela precisaria de protetor solar fator 50 no rosto no verão e no inverno, em um futuro próximo. A pele dela também fica permanentemente mais sensível e irritável. Tentamos vários cremes e cada um deles causou dor e crises, como resultado dos danos. Os médicos tiveram que prescrever anti-histamínicos em altas doses, pois ela estava reagindo a qualquer coisa que entrasse em contato com sua pele”, conta a mãe.

Claire está se manifestando agora para alertar outros pais sobre os perigos. “Fique atento ao que seus filhos estão assistindo online, certifique-se de que eles cuidem da pele apenas com produtos feitos para peles jovens”, recomenda. “Como mãe dela, assumo total responsabilidade pelo que ela estava vendo. Mas acho errado que um creme contendo retinol possa ser vendido para crianças. Os médicos conseguiram salvar a pele e a visão de Amelia, mas poderia ter sido diferente”, ressalta.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost