21 de abril de 2024

Ex-parceiro de cela de Daniel Alves entrega plano de fuga ao Brasil

Daniel Alves está preso desde o início do ano passado, acusado de estuprar uma mulher de 23 anos em uma casa noturna de Barcelona

Daniel Alves segue preso, acusado de estuprar uma jovem de 23 anos em uma casa noturna de Barcelona, e ainda não teve o veredito sobre o seu caso definido. Entretanto, um ex-companheiro de cela do jogador entregou que ele pretendia fugir para o Brasil caso recebesse liberdade condicional.

Reprodução: Metrópoles

“Se lhe concederem a liberdade provisória até o julgamento, ele vai para o Brasil de certeza”, declarou o rapaz, que terá sua identidade revelada ainda neste final de semana, em declaração ao TardeAR, programa de televisão português.

Daniel Alves prestou depoimento sobre o suposto crime no último dia 7 de fevereiro. Este é o terceiro dia de audiência do caso, julgado pelo Tribunal Superior de Justiça da Catalunha.

Conforme relatou a imprensa espanhola, Alves alterou o seu depoimento pela quinta vez e, agora, alega abuso de bebidas alcoólicas no dia em que o crime teria acontecido.

Na Espanha, o consumo exagerado de álcool é um atenuante que pode reduzir a pena do crime pela metade.

Em seguida, o jogador negou, novamente, que tenha forçado a denunciante a praticar relações sexuais. “Ela estava na minha frente e começamos a relação. Lembro que ela sentou em mim. Não sou um homem violento. Não a forcei a praticar sexo oral forçadamente”, relatou Daniel Alves.

O réu foi ouvido após o depoimento da vítima e de todas as testemunhas citadas no processo. Nesta quarta-feira (7/2), médicos e psicólogos forenses também foram ouvidos no tribunal.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost