23 de abril de 2024

Kokó, da Banda Lordão, não resiste e morre após transplante de fígado

A informação foi confirmada por familiares do cantor

Kokó, da Banda Lordão, não resiste e morre após transplante de fígado

© Reprodução / YouTube

a tarde desta segunda-feira (19), morreu o cantor Clóvis Figueiredo, conhecido como Kokó, aos 72 anos, em Itabuna, na Bahia. A informação foi confirmada por familiares do cantor.

O líder da banda de forró estava internado há algum tempo em Salvador enfrentando complicações em seu estado de saúde.

Nas últimas 24 horas, seu quadro se agravou e tornou-se irreversível pela manhã.

Prefeitura de Itabuna decreta Luto

Augusto Castro, prefeito de Itabuna, decretou luto oficial de três dias no município em homenagem a Kokó.

“Com profundo pesar, tomei conhecimento do falecimento na tarde desta segunda-feira, dia 19, em um hospital de Salvador do músico Clóvis de Figueiredo Leite, o querido “Kocó do Lordão”, que em 1972 adotou Itabuna como seu segundo lar, atuou profissionalmente e constituiu família e uma legião de amigos e admiradores”, disse o prefeito.

“Em homenagem póstuma ao querido Kokó, pessoa de um contagiante carisma e humildade, decretei luto em todo o território do município por três dias”.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost