21 de abril de 2024

Neuralink: paciente com chip no cérebro consegue mover mouse com a mente

Quem confirmou o resultado foi o bilionário Elon Musk, o dono da companhia

Imagem: Neuralink

Aparentemente, a Neuralink foi mesmo bem sucedida no primeiro procedimento cirúrgico de um chip em seres humanos. Quem confirmou o resultado foi o bilionário Elon Musk, o dono da companhia.

Segundo ele, o voluntário que teve o implante inserido cirurgicamente no final de janeiro de 2024 passa bem após a operação. Além disso, ele até já consegue realizar algumas tarefas simples sem usar as mãos.

“O progresso está bom e o paciente parece que conseguiu uma recuperação completa e com efeitos neurais dos quais já estamos cientes. O paciente é capaz de mover o cursor do mouse por uma tela apenas ao pensar nisso“, disse o empresário durante uma conversa em áudio via Spaces no X, o antigo Twitter.

Neuralink quer mais chips no cérebro de humanos

Ainda segundo Musk, o próximo passo é fazer com que o voluntário faça o maior número possível de cliques usando apenas o pensamento.

O comunicado informal do empresário foi a única atualização da companhia sobre o caso desde o mês passado. A própria Neuralink ainda não se manifestou oficialmente sobre o experimento ou os comentários do CEO.

Elon Musk, CEO e fundador da Neuralink.

Elon Musk, CEO e fundador da Neuralink. Fonte: GettyImages

A cirurgia de implante cerebral da Neuralink é feita por um robô criado pela própria companhia. O chip permite o rastreamento das atividades neurais do paciente, que podem ser convertidas em ações a partir de uma interface com um computador.

A ideia por trás do teste é permitir que pessoas com dificuldades ou a impossibilidade de se locomover usem esse equipamento para usar eletrônicos e controlar um teclado para se comunicar, por exemplo.

Os primeiros resultados da Neuralink com testes em animais foram divulgados em 2020, usando porcos e chimpanzés. Em um deles, a cobaia foi capaz de “jogar” Pong usando apenas os sinais cerebrais processados pelo chip.

O equipamento automatizado da Neuralink que faz os implantes.

O equipamento automatizado da Neuralink que faz os implantes. Fonte: Neuralink

Os experimentos iniciais dela não empolgaram a comunidade científica e ainda viraram denúncias sobre eventuais maus-tratos aos animais, mas a empresa ainda assim conseguiu a aprovação em setembro de 2023 para seguir com testes em seres humanos.

Até o momento, não há qualquer previsão para que os chips sejam implementados como parte de algum tratamento de saúde. Os testes em laboratório em caráter experimental devem seguir por mais alguns anos.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost