28 de maio de 2024

Acre e outros sete estados apresentam tendência de queda nos casos de dengue; entenda

Mesmo com tendência de queda, as pessoas devem continuar combatendo os focos do mosquito em suas casas

Segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde na última terça-feira (2), oito unidades federativas brasileiras já estão com tendência de queda consolidada no número de casos de dengue, sendo o Acre o primeiro da lista, com continuidade para Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Piauí, Roraima e Distrito Federal.

Foto: Reprodução

“Os estados que estão com queda foi onde houve o início da epidemia. Para esses, a gente pode dizer que o pior já passou”, disse a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, em entrevista coletiva.

SAIBA MAIS: Acre reduz número de casos graves de dengue e não registra mortes em 2024; saiba mais

Apesar do cenário, o Ministério da Saúde diz que é preciso continuar a vigilância contra a doença. “Ainda requer atenção, precisamos que as pessoas continuem dedicando dez minutos contra a dengue, olhando os possíveis focos da larva. ainda é momento de acompanhamento”, alertou a secretária. Ela também pediu para que pais e mães levem seus filhos para vacinar nos municípios onde a imunização está disponível.

Outros sete estados permanecem com tendência de aumento, sendo Alagoas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Os outros 12 estados apresentam tendência de estabilidade.

Desde o início do ano, foram registradas 991 mortes por dengue em todo o país. Estão em investigação 1.483 óbitos. O número de casos prováveis da doença chegou a 2.624.300. Os casos de dengue grave e com sinais de alarme chegam a 24.218. De acordo com balanço divulgado pelo ministério, o coeficiente de incidência da doença está em 1.292,4 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

VEJA TAMBÉM:  Brasiléia lidera notificações de casos de dengue no Acre; veja qual faixa-etária é a mais afetada

O Ministério da Saúde diz que já foram distribuídas 1.235.119 doses de vacinas contra a dengue aos estados. Até o dia 25 de março, os municípios registraram a aplicação de 663.338, o que representa 53,71% das doses encaminhadas. “Isso não quer dizer que as doses não foram aplicadas, os dados ainda podem não ter sido enviados”, explicou o diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunização, Eder Gatti.

Recentemente, o Ministério da Saúde ampliou a imunização para 165 municípios que serão contemplados com doses da vacina contra a dengue. O número anunciado anteriormente foi de 154 municípios, mas, segundo o diretor, houve um equívoco da pasta no cálculo.

LEIA MAIS: Vacina contra dengue chega ao Acre e doses começam a ser distribuídas aos municípios; saiba detalhes

“O número de regiões de saúde não mudou, o que mudou foi a referência que usamos. A gente tinha o quantitativo correto de população, mas houve um equívoco no número de municípios. Nós corrigimos, então o total é 165, mantendo o mesmo número de regiões”, conta o diretor.

Segundo ele, a distribuição das doses para esses novos municípios já começou, mas a data de chegada depende do processo logístico, que varia de acordo com a localidade. “A gente espera que até o fim da semana todos os estados tenham recebido”, disse.

Na etapa anterior, 521 municípios haviam sido selecionados para receber as doses da vacina. O imunizante é destinado a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, público-alvo do governo federal, pois concentra a maior proporção de internação pela doença. O esquema vacinal é composto por duas doses que devem ser aplicadas com intervalo de três meses entre elas.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost