29 de maio de 2024

Ministros no Acre: saiba o que eles vieram fazer na semana passada

ContilNet traz um resumo das principais ações dos cinco emissários do presidente Lula ao estado

Bons ventos sopraram sobre o Acre com novos investimentos do governo Lula anunciados por cinco de seus ministros, na semana que passou. Os aportes foram garantidos pelo governo federal durante a vinda de seus emissários ao estado, entre a terça-feira (9) e a sexta (12) e já ultrapassam mais de um bilhão e meio de reais. São recursos destinados, principalmente, para áreas sensíveis como a de combate à fome e de infraestrutura viária. Mas também para o meio-ambiente e para a regularização fundiária.

Neste domingo (14), ContilNet traz um resumão das atividades ministeriais que ocorreram no Acre, para quem não teve tempo de ler sobre o assunto.

Vale ressaltar que todas as boas novas se deram no âmbito de encontros com o governador Gladson Cameli, e também em reuniões vinculadas ao 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, tendo este último evento reunido governadores e representantes de nove estados da região.

O Acre inserido no corredor comercial para o Pacífico

Na terça-feira (9), a ministra Simone Tebet (Planejamento e Orçamento) e o ministro Sílvio Costa Filho (Portos e Aeroportos) anunciaram detalhes de um projeto chamado de ‘Rota Quadrante Rondon’, cujo objetivo é permitir, definitivamente, o acesso do Acre aos portos peruanos no Oceano Pacífico com um corredor de exportação de produtos brasileiros pelo estado que alavancará a economia local.

Ministra Simone Tebet anunciou recursos para obra do Anel Viário em Brasiléia/Foto: Juan Diaz/ContilNet

Foi anunciado ainda processo licitatório de R$ 9 milhões para a retomada das obras do Anel Viário de Brasiléia (a 240 quilômetros de Rio Branco), no próximo mês. O município faz parte da rota para o Pacífico.

SAIBA MAIS: Ministra anuncia liberação de recursos para construção do Anel Viário de Brasiléia; entenda

Na área viária, 200 quilômetros da BR-364, entre o trecho Rio Branco e Cruzeiro do Sul, no Vale do Juruá, serão recuperados também em maio.

VEJA: Após reforma, Aeroporto de Rio Branco pode voltar a ser internacional, diz ministro em evento no Acre

Ministro Silvio Costa Filho falou dos R$ 160 milhões que estão utilizados na reforma e modernização dos aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro do Sul/Foto: Diego Gurgel/Secom

Costa Filho, por sua vez, garantiu o retorno dos voos da Azul Linhas Aéreas para o Acre e a reforma dos aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro do Sul ao custo de R$ 160 milhões em recursos do governo federal.

Cinco mil famílias terão títulos de terras até 2026

Na quinta-feira (11), o ministro Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário) anunciou um estudo de georreferenciamento beneficiando ao menos 46 projetos de assentamento e 16 glebas públicas federais. Os recursos, R$ 30 milhões, permitirão a regularização fundiária e a titulação de terras de 5 mil famílias acreanas até 2026.

VEJA: Ministro de Lula anuncia criação de novos assentamentos no Acre e R$ 30 milhões para crédito

Outros R$ 400 milhões, do Fundo Amazônia, serão usados no auxílio a produtores de florestas de uso sustentável, que geram renda.

Mais de R$ 1,6 bilhão para programas sociais no estado

Já na sexta-feira (12), o ministro Wellington Dias (Assistência Social e Combate à Fome) anunciou o que deverá ser o maior pacote de investimentos na história do Acre para fins de segurança social e alimentar: R$ 1,6 bilhão que deverão ir para diversos programas sociais ainda este ano, em todo o estado do Acre.

VEJA TAMBÉM: Ministro de Lula anuncia investimento de mais de R$ 1,5 bilhão em programas sociais no Acre

Ministro Paulo Teixeira/Foto: Thauã Conde/ContilNet

No Palácio Rio Branco, à noite, num jantar, o governador Gladson Cameli recebeu a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e a diretora do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Tereza Campello. Na ocasião, assinaram contrato de quase R$ 100 milhões do Fundo Amazônia. O fundo é fruto da captação de doações para investimentos de boas práticas sustentáveis.

Marina Silva/Foto: ContilNet

Quase 50 mil famílias serão beneficiadas pela agricultura familiar

Wellington Dias também anunciou a compra de mais de 300 mil quilos de alimentos dos produtores rurais no Acre, a serem entregues ao longo de 2024, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos.

SAIBA MAIS: No Acre, mais de 300 mil kg de alimentos produzidos por agricultores rurais são comprados pelo PPA

Ministro Wellington Dias/Foto: Juan Diaz/ContilNet

Ainda na sexta-feira, um total de 155 agricultores familiares entregaram 300 mil quilos de alimentos, em evento promovido pela Companhia Nacional de Abastecimento, com a participação de Dias, em Rio Branco. Esses produtos vão alcançar pelo menos 49 mil pessoas, por meio das instituições aptas a fazer as entregas.

Jorge Viana, presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, também afirmou que o governo federal vai garantir auxílio individual de R$ 4,5 mil aos produtores que tiveram seus plantios atingidos pela inundação recente.

Outros recursos de R$ 340 milhões devem também ser investidos no bem-estar dos colonos que fazem parte do Programa da Agricultura Familiar. O investimento é capitaneado pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost