28 de maio de 2024

Porto entre Brasil e Bolívia é fechado após protestos impedirem a passagem de embarcação brasileira

O barco que vinha de Guajará-Mirim, em Rondônia foi detido por populares bolivianos

Uma embarcação originária do município de Guajará-Mirim, em Rondônia, foi parada em protestos na fronteira com a Bolívia, na sexta-feira (19), ao tentar sair da cidade de Guayaramerín.

Segundo a sócia-administradora do Porto Fluvial, o barco brasileiro foi parado em meio às manifestações realizadas por bolivianos contra ações da Polícia Federal (PF). Ainda de acordo com ela, alguns pilotos ainda estão retidos no país vizinho.

O Porto foi fechado durante protestos/ Foto: Reprodução

“A polícia apreendeu uma embarcação com coisa ilícita deles e eles, em retaliação, apreenderam uma embarcação brasileira com as pessoas dentro. A gente conseguiu liberar os pilotos, mas [ainda] tem piloto preso. Eles pegaram a embarcação e tentaram colocar fogo e os brasileiros estão lá, ninguém vai e ninguém vem”, esclarece.

“Enquanto eles não liberarem a embarcação e os pilotos com vida, nada funciona. Temos Polícia Militar, Polícia Federal, Receita Federal, estão todos aqui no nosso porto”, afirma a administração. 

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost