Lula reconhece decreto de emergência assinado por Bocalom após erosão na ETA 2

Boa parte da central de captação de água vem cedendo, por isso a necessidade do decreto de emergência

Foi publicado na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (8), a portaria que reconhece o Decreto de Emergência assinado pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, após a erosão de uma das margens do Rio Acre.

A erosão comprometeu parte da ETA 2, principal responsável pela captação de água e abastecimento da capital.

A erosão comprometeu parte da ETA 2/Foto: Reprodução

Na época, no dia 08 de abril, o prefeito havia gravado um vídeo para falar que por conta da erosão, boa parte da central de captação de água vem cedendo, por isso a necessidade do decreto de emergência.

“Com esse decreto na mão, a gente vai buscar o reconhecimento nacional. Se a gente conseguir recurso federal, claro que a gente deixa de gastar o nosso aqui do município. Mas se a gente não tiver recurso federal, tenha certeza de uma coisa: a prefeitura vai continuar gastando o que for necessário para não deixar colapsar o sistema de água”, disse o prefeito na época.

A portaria foi assinada pelo secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolf Barreiros, do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost