Brasil conhece rivais das Olimpíadas no vôlei feminino; veja grupos

Líder do ranking mundial, seleção brasileira é cabeça de chave e escapa de grupo da morte

O Brasil conheceu nesta quarta-feira os rivais da primeira fase do torneio feminino de vôlei das Olimpíadas. Enquanto as brasileiras treinavam para a fase final da Liga das Nações, foi realizado um sorteio em Bangkok que definiram as chaves dos Jogos de Paris. Líder do ranking mundial, o Brasil foi cabeça de chave e ficou no Grupo B, junto com Polônia, Japão e Quênia, e escapou do grupo da morte.

Elenco que representa o Brasil na Liga das Nações feminina de 2024/Foto: Volleyball World

Veja os grupos do vôlei feminino nas Olimpíadas

  • Grupo A – França, Estados Unidos, China e Sérvia
  • Grupo B – Brasil, Polônia, Japão e Quênia
  • Grupo C – Itália, Turquia, Holanda e República Dominicana

O Brasil venceu a Polônia e o Japão recentemente na fase classificatória da Liga das Nações. As comandadas do técnico José Roberto Guimarães, aliás, conquistaram a classificação olímpica em um duelo com as japonesas no pré-olímpico de Tóquio, no ano passado. O Quênia, guiado pelo técnico brasileiro Luizomar de Moura, é a seleção com pior ranking entre as garantidas nos Jogos de Paris – ocupa o 20º posto.

“Acho que estamos muito focadas. A gente tem dois times muito fortes. O Japão sempre tira nosso sangue, tem sido jogos muito difíceis. A Polônia vem ganhando de todo mundo, fazendo grandes partidas com jogadoras muito eficientes e muito constantes. O Quênia é um pouco mais abaixo do nível dessas duas equipes. As meninas estão muito focadas. Até errepio, porque a gente tá muito determinada. Sabemos o que queremos”, analisou Thaísa.

Anfitriã, a França foi cabeça de chave do grupo considerado o mais forte. Vai encarar a equipe dos Estados Unidos (atual campeã olímpica) e a da Sérvia (atual campeã mundial). A China, atual vice-campeã da Liga das Nações, completa a chave.

Vice-líder do ranking mundial, a Itália também não vai ter vida fácil. Foi cabeça de chave em um grupo com a Turquia (atual campeã da Liga das Nações), Holanda e República Dominicana.

Brasil, República Dominicana, Sérvia, Turquia, Estados Unidos e Polônia garantiram vagas nos Jogos por meio dos Pré-Olímpicos disputados no ano passado. A fase classificatória da Liga das Nações de 2024 carimbou o passaporte de outras quatro equipes: Itália, Japão, China e Holanda. A França estará presente por ser sede das Olimpíadas, e o Quênia, devido ao critério da universalidade, ganhou a chance de representar a África em Paris.

Formato das Olimpíadas

Pela primeira vez, as Olimpíadas terão três grupos, com quatro seleções (tanto no naipe feminino, quanto no masculino). As duas primeiras colocadas de cada chave avançarão às quartas de final, assim como as duas melhores terceiras. Até Tóquio, o formato era diferente. As 12 equipes ficavam divididas em só dois grupos, e os quatro melhores de cada chave passavam de fase.

Prata nas Olimpíadas de 2021, o Brasil chegará a Paris como um dos candidatos ao ouro. Em 2024, a seleção verde-amarela fez a melhor campanha da história da fase classificatória da Liga das Nações, com 12 vitórias e nenhuma derrota. O desempenho reconduziu a equipe à liderança do ranking mundial e garantiu a classificação para a fase final da VNL. Na quinta-feira (20), as comandadas de Zé Roberto Guimarães enfrentarão a Tailândia nas quartas.

Por falar em Zé, o técnico é o único brasileiro tricampeão nas Olimpíadas. Além de levar a seleção feminina ao ouro em 2008 e 2012, ele também comandou o time masculino na conquista da medalha dourada em 1992.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost